SHINee Portugal

SHINee Portugal

Um lugar de carinho, uma segunda casa, um lugar de encontro de Shawols e não só!
 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 O Nome Da Rosa - [cap2 = pág 6]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4
AutorMensagem
Nikkie
Dream Girl
Dream Girl
avatar

Feminino Mensagens : 4125
Reputação : 0
Data de inscrição : 03/06/2011
Idade : 19
Localização : Korea ♡

MensagemAssunto: Re: O Nome Da Rosa - [cap2 = pág 6]   Sab 28 Jul - 22:43:12

bem fixe xD
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://yoonhuns.tumblr.com/
Rafiki
Drunken Lover
Drunken Lover
avatar

Feminino Mensagens : 6421
Reputação : 0
Data de inscrição : 03/02/2012
Idade : 19
Localização : caca

MensagemAssunto: Re: O Nome Da Rosa - [cap2 = pág 6]   Sab 28 Jul - 22:45:29

Um Minho bem sechiii
Voltar ao Topo Ir em baixo
Nikkie
Dream Girl
Dream Girl
avatar

Feminino Mensagens : 4125
Reputação : 0
Data de inscrição : 03/06/2011
Idade : 19
Localização : Korea ♡

MensagemAssunto: Re: O Nome Da Rosa - [cap2 = pág 6]   Sab 28 Jul - 23:05:46

mesmo *o*
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://yoonhuns.tumblr.com/
Sarinhah&MinHo
NewBie
NewBie
avatar

Feminino Mensagens : 410
Reputação : 0
Data de inscrição : 22/06/2012
Idade : 20
Localização : Lisboa, Portugal

MensagemAssunto: Re: O Nome Da Rosa - [cap2 = pág 6]   Dom 29 Jul - 2:01:07

[quote="Nikkie"]é o minho todo sexy xD[/quote/]



Deixa isso estar onde está filha!!!
ME GUSTA!!!
Monkey 153
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kim Ma Ri ♥
Broken Time
Broken Time
avatar

Feminino Mensagens : 1733
Reputação : 0
Data de inscrição : 13/06/2012
Idade : 20

MensagemAssunto: Re: O Nome Da Rosa - [cap2 = pág 6]   Dom 29 Jul - 11:46:50

Eu espero princesa, mas não demores muito. :3
Voltar ao Topo Ir em baixo
nanachu
Spoiled Mind
Spoiled Mind
avatar

Feminino Mensagens : 15771
Reputação : 0
Data de inscrição : 20/06/2011
Idade : 21
Localização : BED

MensagemAssunto: Re: O Nome Da Rosa - [cap2 = pág 6]   Sab 8 Fev - 0:03:25

Olá NÁÁVEL's ! : )
Aos anos que eu já não dizia isto! para quem é novo e ler está fic, NÁÁVEL é o nome das minhas leitoras/fãs haha (ainda me lembro quando estavamos todos a decidir nomes haha)
Pronto, hoje deu-me vontade de escrever e mudei algumas coisas. As minhas leitoras não devem andar aqui pelo forum mas eu quis partilhar isto.
Se lerem gostava que deixassem a vossa opiniao, mesmo que seja so para dizer que não gostam, eu aceito bem criticas.
Vá sem mais demoras, aqui está o capitulo 2.




Capitulo 2

« e que no momento certo se reencontrem e que nada, nada seja por acaso. »

“Olhar”
*
Taemin P.O.V

Sim, realmente foram 4 anos sem a ver. E nesses 4 anos eu pensei que a tinha esquecido, mas quando ela veio ter comigo e sorriu para mim foi como voltar a ser um miúdo e a ver pela primeira vez.

Taemin: sim, aos anos! Estás de volta à Coreia?
Minyeol: sim, podemos dizer que sim… decide acentar. *olha para a rapariga ao lado de Taemin* oh desculpe, nem me apresentei, Choi Minyeol.
Eunji: Park Eunji.
Minyeol: é um prazer conhecer a tua namorada!
Taemin: quê?!
Eunji: não somos namorados, apenas colegas de trabalho.
Minyeol: óh peço desculpa pelo engano *sorri*

Taemin P.O.V

Se ela sorrir todas as vezes que falar eu apaixono-me de novo. Ela está tão linda, tão perfeita, tão ela… e aqueles olhos, Deus meu os olhos são a minha desgraça. Por minutos esqueci tudo que se passava a minha volta e foquei-me nela. Eu e ela, naquele pequeno espaço. O meu coração começou aos pulos de novo, é possível ficar assim tão apanhado por uma rapariga? Sou um agente classificado, já matei pessoas, enfrento tudo que me apareça à frente sem qualquer medo, no entanto estou aqui, em frente ao meu primeiro amor, a tremer dos joelhos. Como é possível?

Eunji: não tem mal nenhum! Não és a primeira a dizer isso, já achamos normal.. o que não deve ser bom!
Minyeol: ah entendo!
Minho: já pagaste? *olha para Minyeol*
Taemin: poderá ser… Minho?
Minho: sim, sou eu. Não mudaste nada Taemin.
Taemin: devo agradecer?
Minho: talvez sim, talvez não.
Minyeol: Minho, para.
Minho: não estou a fazer nada, simplesmente disse que ele não mudou nada.
Eunji: tenho em conta que a ultima vez que o viste deverá ter sido à quatro anos não é uma coisa boa.
Minho: peço desculpa, mas alguém lhe perguntou alguma coisa?
Eunji: ah eu-
Minho: bem me parecia.
Minyeol: Minho!
Minho: calculo que ainda não tenhas pago. Estou à tua espera no carro, o pai ligou e quer estar connosco daqui a 15 minutos.
Minyeol: sim, já vou lá ter contigo.
Minho: foi um prazer *faz uma pequena vénia e sai do café, entrando no carro*
Minyeol: peço imensa desculpa por ele, não lhe façam caso.
Eunji: não planeio!
Minyeol *esboça um pequeno sorriso*: bem tenho de ir pagar e ir embora, o pai chama.
Taemin: deixa estar, eu pago!
Minyeol: não é necessário.
Taemin: eu insisto.. talvez nos possamos encontrar noutro dia e tu pagas-me a mim?
Minyeol: claro *sorri e dá-lhe o seu telemóvel* aponta ai o numero, eu ligo.
Taemin *aponta o seu numero*: feito! Não te esqueças de me ligar!
Minyeol: não te preocupes! Foi um prazer conhecer-te Eunji, até um dia *sai do café*
Eunji: LEE TAEMIN, O QUE FOI ISTO? DESDE QUANDO ÉS TÃO DIRECTO?
Taemin: não sei, não sei mesmo!
Eunji: uuuh alguém tem um encontro!!
Taemin: caluda!

Minyeol *entra no carro*
Minho: então?
Minyeol: é mais difícil roubar um doce a uma criança *mostra-lhe o numero*
Minho *ri*: bem maninha parece-me que ainda não perdeste o teu charme!
Minyeol: pelos vistos não *ri* vou-lhe ligar logo a noite para combinarmos algo.
Minho: cheira-me que ele já está apaixonado por ti outra vez… não parava de olhar para ti.
Minyeol: ou se calhar nunca me esqueceu, mas enfim… o pai ligou mesmo?
Minho: sim, parece que encontrou outro.
Minyeol: qual?
Minho: não faço a mínima, temos de ir ver *arranca com o carro*

ROSA.

Woohyun: hey there beautiful *agarra-se à Minyeol*
Minho: afastas-te dela.
Woohyun: calminha aí, ela sabe falar por si.
Minyeol *tira a arma das costas e aponta contra o abdómen de Woohyun*: voltas a tocar-me e eu disparo.
Woohyun *afasta-se rapidamente*: vocês são malucos só pode!
Minho *ri*: onde está o chefe?
Woohyun: onde achas? Na sala da tortura!!
Minyeol *suspira*: chama-se sala 13 e não sala da tortura.
Woohyun: vai dar tudo ao mesmo.
Minho: estares vivo e estares morto também vai dar ao mesmo.. queres morrer?
Woohyun: já cá não está quem falou!
Minyeol: vamos ter com o pai.

Minho P.O.V

Segui a minha irmã mais nova em direcção ao elevador. Antes de as portas se fecharem consegui ver o Woohyun a olhar para ela. “Nem te atrevas a aproximar dela” sussurrei-lhe mentalmente. Ele deve ter percebido pela a minha cara que não estava a gostar do pequeno show e foi para a sua secretária. O pior de trabalhar com a minha irmã é ter homens sempre a olhar para ela e ter de proteger de todos eles e de todos os perigos. Sim, ela tem idade e capacidade para se defender sozinha, mas mesmo assim não deixa de ser a minha irmã. Olhei para ela discretamente. Aquele olhar de novo. Tento sempre desvendar o que aquele olhar significa.. esperança? Raiva? Odio? Tristeza? São demasiadas emoções e sentimentos que o olhar dela transmite. Ao longo dos anos sinto que a perco cada vez mais. A minha pequena, alegre e irritante irmãzinha. Eu lembro-me como se fosse hoje como ela costumava puxar os meus cabelos e gritar para eu ir brincar para o jardim com ela, eu lembro de ir jogar futebol e ter aquele piolho na plateia a gritar pelo meu nome, lembro da sua cara de felicidade, o seu verdadeiro sorriso, o choro dela quando caía no chão, o quando preocupada ela ficava quando eu andava a porrada com os miúdos mais velhos lá da rua… lembro da minha irmã com três anos de idade, uma criança normal e que merecia tudo de bom na vida. Infelizmente alguém lhe arrancou isso, e com isso levaram a minha irmã. Desde então que só a vejo a chorar, quer dizer… já não chora a minha frente aos anos, mas eu oiço-a no quarto. Sempre que o meu pai liga a dizer que temos alguém novo a sua cara é a mesma, frieza, raiva e um pouco de esperança que tudo isto acabe, apesar de eu e ela no fundo sabermos que não acabará nunca. As portas do elevador abrem-se, de novo aquela cave escura, cheia de salas para treinar, questionar, torturar ou até matar. Ela sai rapidamente do elevador e eu vou atrás dela. Paramos à entrada da sala 13.

Minho: porque paraste?
Minyeol: estava a ver se ouvia algo…
Minho: e então?
Minyeol: nada, vamos entrar *abre as portas*
HyunJoon: meus filhos sejam bem vindos.


Minho P.O.V

Ao entrarmos na sala, a claridade fez-me um pouco de impressão. As luzes estavam todas ligadas o que era de estranhar. O meu pai estava com as calças cinza do fato que vestiu hoje de manha, o casaco e gravata estavam pousados numa cadeira ao lado da porta. A sua camisa branca estava desfraldada e os primeiro botões desapertados. Gotas de suor escorriam da sua cabeça. Estava com um sorriso irónico, nos últimos anos é o único tipo de sorriso que o meu pai demonstra.. esse e um sorriso falso para as camaras. Numa ponta da sala estam mesas com todo o tipo de objetos de tortura que  possam encontrar, alguns pendurados na parede. No centro da sala um cadeira com um homem lá amarrado. Calças de ganga rasgadas, uma camisola cabeada branca, e uns ténis. Ele também está suado, talvez mais que o meu pai. As suas roupas estão suas e tem vários ferimentos em todo o corpo. Cordas nos pés, cordas nas mãos, cordas no tronco, e fita adesiva na boca. Típico pai… típico.
HyunJoon: este aqui não fala, diz que não sabe nada!
Minho: não dizem todos?
Minyeol: não fala?
HyunJoon: mandou-me a merda quando lhe tirei a fita adesiva da boca. Estou a ser paciente e a dar-lhe uma oportunidade, mas não esta a valer a pena.
Minyeol: nem todos têm uma segunda oportunidade. *vai para a frente do senhor, aponta a arma no centro da testa e dispara*
Minho: MINYEOL!
Minyeol: ele não ia falar, fiz o que vocês iam acabar por fazer. Agora livrem-se do corpo, ele mete-me nojo. *sai da sala*
HyunJoon: não ouviste? Vamos lá!

Minyeol P.O.V

Sai dali o mais rápido que pude. Não por sentir remorsos mas porque preciso de estar sozinha. Tranquei-me na minha sala de treino. Olhei em redor e tentei resistir, mas mais uma vez fui fraca. Lagrimas começaram a escorrer dos meus olhos e memórias invadiram a minha mente. “Não era ele, eu sei que não era, mas estava envolvido por isso.. simplesmente teve o destino que mereceu, correto mãe?” falei para a pequena fotografia da minha mãe que estava na sala. Como é de esperar não tive uma resposta.. mas eu sei que fiz o que devia ser feito. A minha mãe não teve uma segunda oportunidade, milhões de pessoas não têm uma segunda oportunidade, então porque pessoas como ele devem ter? Por esta hora o meu pai e o meu irmão devem estar a despejar o corpo e mais uma vez e relembrar a minha mãe, colocando uma rosa ao lado do cadáver.
Quando saí da sala eram 18h, então decidi ir para casa. Estava cansada, cansada de chorar e cansada de treinar. Felizmente vivo sozinha e sei que não vou ter que levar com perguntas quando chegar a casa. A viagem é rápida, não havia muitos carros na rua e eu fui a alta velocidade. Não me importo com a policia. Quando cheguei a casa tirei os sapatos e pousei a arma na gaveta da mesinha ao lado da minha cama. Abri o armário, despi-me e vesti umas calças de fato de treino cinzentas e uma camisola de alça fina cor de rosa. Acho que está cor não é a minha cara, mas sou rapariga por isso.. Dirige-me a cozinha, fervi agua e peguei no pacote de noodles com frango e legumes que comprei a caminho de casa. Quando a agua já estava bem quente, desliguei o fogão, abri o pacote e despejei a agua, misturei tudo com os pauzinhos e tapei de novo, pousando-o na mesa da sala. Enquanto a agua cozinha as noodles, fiz um toto e liguei a televisão no noticiário. Claro que estavam a falar do novo corpo de um policia que apareceu a beira de um riacho, com uma rosa ao lado.


Minyeol: patético.. *pega no telemóvel*
Taemin *atende*: estou?
Minyeol: olá Taemin, é a Minyeol!
Taemin: Minyeol claro!
Minyeol: só queria saber se estas livre amanha à hora de almoço?
Taemin: sim, estou.
Minyeol: vamos almoçar juntos?
Taemin: claro, soa bem.
Minyeol: amanha mando-te uma mensagem a dizer o local, esta bem?
Taemin: sim, estou ansioso.
Minyeol *ri*
Taemin *atrapalha-se*: quer dizer, ansioso por passar tempo contigo, saber o que tens feito! Foi um bom acaso ter-te encontrado!
Minyeol: eu entendi *ri* até amanha Taemin.
Taemin: até amanha Minyeol.
Minyeol *desliga*: Taemin, Taemin… nunca te disseram que nada é por acaso? *pega no pacote de noodles e continua a ver tv*

palavras: 1844.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mada/Yeri
Beautiful Stranger
Beautiful Stranger
avatar

Feminino Mensagens : 1281
Reputação : 6
Data de inscrição : 18/06/2012
Idade : 17
Localização : Setúbal

Ficha do personagem
Grupos:
0/10000  (0/10000)
Aulas&Pontuação!:
0/10000  (0/10000)

MensagemAssunto: Re: O Nome Da Rosa - [cap2 = pág 6]   Sab 8 Fev - 21:54:20

Já tinha saudades da fic unnie :D
Gostei muito ^.^
Voltar ao Topo Ir em baixo
nanachu
Spoiled Mind
Spoiled Mind
avatar

Feminino Mensagens : 15771
Reputação : 0
Data de inscrição : 20/06/2011
Idade : 21
Localização : BED

MensagemAssunto: Re: O Nome Da Rosa - [cap2 = pág 6]   Sab 15 Fev - 20:41:06

oh baby ainda estás por aqui? <3
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: O Nome Da Rosa - [cap2 = pág 6]   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O Nome Da Rosa - [cap2 = pág 6]
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 4 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4
 Tópicos similares
-
» Quando deus te desenhou com uma caneta cor-de-rosa, a caneta escorregou e...
» oo verdadeeiro nome doo Bill
» Duas bandas (ou mais) com o mesmo nome.
» Sugestão de nome para banda Gospel.
» Mogno ou Cedro Rosa

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
SHINee Portugal :: SHINee Club! :: FanFic's-
Ir para: