SHINee Portugal

SHINee Portugal

Um lugar de carinho, uma segunda casa, um lugar de encontro de Shawols e não só!
 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Seul Art School - Capítulo nº 4 - pág. 21

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1 ... 7 ... 10, 11, 12, 13, 14  Seguinte
AutorMensagem
kk-angel
Broken Time
Broken Time
avatar

Feminino Mensagens : 1742
Reputação : 0
Data de inscrição : 01/04/2012
Idade : 22
Localização : na minha casa c/ os meus husbandos/lovers/Brothers & Cousins ㅋㅋㅋㅋ

MensagemAssunto: Re: Seul Art School - Capítulo nº 4 - pág. 21   Dom 19 Ago - 14:25:19

Que queridaa ^.^

Se não conseguires, é na boa! :3
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://hysteriee.tumblr.com/
Kim Ma Ri ♥
Broken Time
Broken Time
avatar

Feminino Mensagens : 1733
Reputação : 0
Data de inscrição : 13/06/2012
Idade : 20

MensagemAssunto: Re: Seul Art School - Capítulo nº 4 - pág. 21   Dom 19 Ago - 14:32:19

Pois, é que não sei se consigo mesmo. s:
Ainda por cima tenho as vossas fics para ler, e a tua one shot que também não li ainda, e não quero ignorar porque vocês ainda pensam que estou a fazer de propósito, e não vos quero deixar ficar mal. |:
Voltar ao Topo Ir em baixo
kk-angel
Broken Time
Broken Time
avatar

Feminino Mensagens : 1742
Reputação : 0
Data de inscrição : 01/04/2012
Idade : 22
Localização : na minha casa c/ os meus husbandos/lovers/Brothers & Cousins ㅋㅋㅋㅋ

MensagemAssunto: Re: Seul Art School - Capítulo nº 4 - pág. 21   Dom 19 Ago - 14:42:36

Podes sempre fazer por partes !? :3
Humm..certo , olha a minha é na boa..ppodes ler quanto quiseres yD eu tb percebo, eu quero ler algumas, mas tão sempre a a chatear me para sair do pc e cenas dessas T_T bleh
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://hysteriee.tumblr.com/
Juu
Moderador
Moderador
avatar

Feminino Mensagens : 10710
Reputação : 9
Data de inscrição : 06/01/2011
Idade : 22
Localização : What did i become ???0.0

Ficha do personagem
Grupos:
0/10000  (0/10000)
Aulas&Pontuação!:
0/10000  (0/10000)

MensagemAssunto: Re: Seul Art School - Capítulo nº 4 - pág. 21   Dom 19 Ago - 14:44:05

fighting mary, toma o teu tempo não te apresses , ficarei á espera *-* i m your fan *-*

_________________
                                      
                     No one never really said that life was easy then why was i so restless, so careless.....

Spoiler:
 

 Ultimate Bias : Taemin♥️Nichkhun  Ultimate son: Chanyeol  Ultimate OTPJongKey♥️2min  Bias List ultimate  Ruiners: Myungsoo♥️Xiumin   (─‿‿─)


                                                                       
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kim Ma Ri ♥
Broken Time
Broken Time
avatar

Feminino Mensagens : 1733
Reputação : 0
Data de inscrição : 13/06/2012
Idade : 20

MensagemAssunto: Re: Seul Art School - Capítulo nº 4 - pág. 21   Dom 19 Ago - 14:45:31

awww, obrigada, vocês são umas queridas. *.*

mas eu vou tentar. ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
kk-angel
Broken Time
Broken Time
avatar

Feminino Mensagens : 1742
Reputação : 0
Data de inscrição : 01/04/2012
Idade : 22
Localização : na minha casa c/ os meus husbandos/lovers/Brothers & Cousins ㅋㅋㅋㅋ

MensagemAssunto: Re: Seul Art School - Capítulo nº 4 - pág. 21   Dom 19 Ago - 14:57:53

FIGHTING!!! ^_^
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://hysteriee.tumblr.com/
Kim Ma Ri ♥
Broken Time
Broken Time
avatar

Feminino Mensagens : 1733
Reputação : 0
Data de inscrição : 13/06/2012
Idade : 20

MensagemAssunto: Re: Seul Art School - Capítulo nº 4 - pág. 21   Dom 19 Ago - 16:08:02

obrigada k-angel. ^^

hoje ainda não consigo. s: já vou ter que sair do pc, mas é amanhã, sem falta. :3 só me faltam 2 páginas e mais um bocadinho. ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
kk-angel
Broken Time
Broken Time
avatar

Feminino Mensagens : 1742
Reputação : 0
Data de inscrição : 01/04/2012
Idade : 22
Localização : na minha casa c/ os meus husbandos/lovers/Brothers & Cousins ㅋㅋㅋㅋ

MensagemAssunto: Re: Seul Art School - Capítulo nº 4 - pág. 21   Dom 19 Ago - 16:10:57

That's COOL! 8D

ehehe ta quase!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://hysteriee.tumblr.com/
Kim Ma Ri ♥
Broken Time
Broken Time
avatar

Feminino Mensagens : 1733
Reputação : 0
Data de inscrição : 13/06/2012
Idade : 20

MensagemAssunto: Re: Seul Art School - Capítulo nº 4 - pág. 21   Dom 19 Ago - 16:14:05

quase quase, muito obrigada pelo apoio. :3
Voltar ao Topo Ir em baixo
kk-angel
Broken Time
Broken Time
avatar

Feminino Mensagens : 1742
Reputação : 0
Data de inscrição : 01/04/2012
Idade : 22
Localização : na minha casa c/ os meus husbandos/lovers/Brothers & Cousins ㅋㅋㅋㅋ

MensagemAssunto: Re: Seul Art School - Capítulo nº 4 - pág. 21   Dom 19 Ago - 17:00:02

De nada Fofinha Londrina, tu mereces :3 <33
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://hysteriee.tumblr.com/
Leeana ♥
NewBie
NewBie
avatar

Feminino Mensagens : 494
Reputação : 0
Data de inscrição : 27/07/2012
Idade : 20
Localização : Seoul ^^

MensagemAssunto: Re: Seul Art School - Capítulo nº 4 - pág. 21   Dom 19 Ago - 17:44:45

não achas q já estas a demorar muito, douradinho? --'
posta jaaaaaa

ps: tens até amanha se não postares, acabou-se o Minho. Monkey 29
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kim Ma Ri ♥
Broken Time
Broken Time
avatar

Feminino Mensagens : 1733
Reputação : 0
Data de inscrição : 13/06/2012
Idade : 20

MensagemAssunto: Re: Seul Art School - Capítulo nº 4 - pág. 21   Seg 20 Ago - 15:00:03



Capítulo nº3

L.Joe, aproximou-se de TaeMin e empurrou-o também: Já te disse para não me tocares, idiota! -L.Joe também estava irritado. TaeMin agarrou o colarinho de L.Joe. Já era a terceira vez, e como se costuma dizer: "Á terceira é de vez." Ele já estava a merecer há muito tempo, estava sempre a provocar e TaeMin chegou ao seu limite.
Nana olhava para eles assustada, não queria que ninguém se magoasse.

TaeMin puxou a mão atrás e deu um murro em L.Joe fazendo-o cair para trás com a força. Levou a mão à boca com dores.
Nana: TaeMin! -Correu para L.Joe, colocando-se de joelhos ao seu lado. Olhou para TaeMin com um olhar desiludido e ele recuou uns passos para trás. Era a primeira vez que ela olhava daquela maneira para ele. Foi uma surpresa para TaeMin e naquele momento ele nem sabia o que pensar. Sentia apenas uma dor enorme no peito, estava também desiludido. -Porque estás a ser assim?
L.Joe olhava para TaeMin um pouco surpreso, não esperava que ele o fizesse mesmo, não à frente de Nana, a rapariga de quem se notava à distância que gostava. E naquele momento não sentiu raiva ou vontade de lhe retribuir o murro, sentia-se satisfeito porque de alguma forma ele também ficou magoado.
TaeMin, desviou o olhar: Ele já estava a merecer há muito tempo. -Ele não se queria arrepender de ter feito o que fez, mas ver a forma que Nana o olhava, fêz-lo realmente sentir-se culpado e arrependido.
Nana não o estava a reconhecer, ele parecia uma outra pessoa, diferente daquela que ela conheceu 3 anos atrás, quando começou a frequentar a Seul Art School. Parecia estar revoltado todos os dias, com raiva de alguma coisa e isso realmente chegava a assustá-la.
Ela voltou a olhar para L.Joe e agarrou a mão dele, tirando-a da sua cara, tentava ver o seu lábio. Ele olhou para ela confuso, estaria ela a fazer de propósito visto que TaeMin estava por perto?
O seu lábio estava inchado e a sangrar.
TaeMin, ao ver aquele momento, engoliu em seco e saiu da sala, zangado, desiludido consigo mesmo e um pouco desiludido com Nana. Não tinha palavras para lhe dizer, pelo menos não naquele momento.
Nana, ignorou TaeMin por completo e voltou a olhar para L.Joe: D-Dói muito? -Estava um pouco embaraçada pelo o que TaeMin fez.
L.Joe, voltou a levar a mão ao seu lábio: Um pouco... -Olhou para o lado, como se estivesse zangado com Nana. Não estava, nem queria dar a entender isso, era só a sua maneira de ser.
Nana, foi ao bolso das suas calças de treino: Toma... -Encheu as bochechas de ar e esticou-lhe o braço, com algo na sua mão.
Nana fazia colecção de pequenos bonecos animais, daqueles que servem para porta-chaves. O primeiro foi-lhe oferecido pela sua mãe, quando ela era ainda criança, era um peixinho azul bébé. A sua mãe ofereceu-o num momento muito difícil da sua vida, o seu irmão acabara de morrer. "Ele vai-te ajudar a superar a dor.", ela dizia que cada boneco daqueles tinha um significado. Nana acreditava nisso, apenas porque foi dito pela sua mãe, e realmente pensou que foi aquele peixinho que a ajudou a superar a dor de ter perdido o irmão, em grande parte. Ela comprava e dava significados a cada um deles. O tempo passou e ela cresceu, parou de acreditar nisso, deixou de fazer colecção, mas mantinha todos aqueles que comprou antes. Podia já não acreditar, mas mantinha-os sempre consigo, pois lembrava-lhe os tempos em que vivia com a sua família e tinham um grande significado para si.
Na sua mão estava um desses bonecos, era um pequeno dinossauro verde.
L.Joe, olhou atentamente para o boneco, franziu a testa e pegou nele: O que é isto? -Voltou a olhar para Nana.
Nana, ficou um pouco envergonhada: É um amuleto da sorte. -Voltou a encher as bochechas de ar, ela fazia sempre isso quando se sentia envergonhada. -Ele vai ajudar para que o teu lábio sare depressa, mas tens que andar sempre com ele. -Ela andava com aquele pequeno boneco porque ia treinar com TaeMin, se o tivesse consigo não se iria magoar.
Ela sorriu para ele, que olhava o bonequinho. Levantou-se e saiu. L.Joe seguiu-a com o olhar e depois voltou a olhar para o pequeno dinossauro verde que estava na sua mão. "Amuleto da sorte?", pensou ele. Sorriu e levou a mão ao seu lábio, fazendo uma cara de dor de seguida.

SuMin e JR saíram do restaurante depois de comerem o kimchi, que SuMin comeu como se não comesse há bastante tempo. A chuva tinha parado e eles já podiam voltar para a escola. A noite era escura, mas as nuvens tinham desaparecido e podia-se ver algumas estrelas brilhantes no céu. Estava frio, SuMin cruzou os braços para se tentar aquecer.
JR, andava ao lado de SuMin, com as mãos nos bolsos: Gostei do encontro. -Riu. Ele tencionava continuar a brincar com ela pelo que ela disse no restaurante.
SuMin, empurrou-o levemente: Não foi um encontro! -Riu também.
JR:Ah não? Pensei que querias que fosse... -Ele estava a acompanhá-la até ao dormitório feminino.
SuMin: Contigo? -Soltou uma gargalhada. -Nunca na minha vida! -JR baixou a cabeça, como se o que ela disse lhe tivesse atingido o coração.
JR: Agora magoaste-me... -Levou a mão ao seu peito. Ele era um bom actor.
SuMin, atrapalhou-se: Aaah... Não era bem isto que eu queria dizer... -Ele olhou para ela e percebeu que SuMin estava realmente preocupada. O seu rosto iluminou-se com um sorriso de orelha a orelha, seguido de uma risada num tom de gozo.
JR, apontou para ela, como acusando-a de alguma coisa: Ha-ha, então não te importavas se houvesse um encontro. -Riu.
SuMin, semicerrou os olhos: Babo! -Voltou a bater-lhe no braço, desta vez mais de força. Ele queixou-se, mas não podia deixar de se rir.
Por fim, chegaram à porta do dormitório das raparigas, ela aproximou-se da porta e tentou abri-la, mas sem sucesso. Estava fechada à chave. A hora do recolher já tinha passado há uns bons minutos, não havia maneira de entrar nos dormitórios.
SuMin: Está trancada... -Ela olhou para JR, que olhava para ela, em baixo das meia dúzia de escadas que havia para subir para os dormitórios. Ele aproximou-se da porta e tentou abri-la. -Tu sinceramente deves-te achar o melhor... -Revirou os olhos. SuMin estava zangada por não ter chegado a tempo de entrar, sabia que no dia a seguir teria de dar explicações a alguém, e ela odiava isso. -Eu disse-te que estava trancada. -SuMin desceu as escadas e sentou-se num pequeno banco ao lado do dormitório, encostado à parede, tinha uma cobertura por cima, o que impediu que a chuva o molhasse. JR bufou e sentou-se ao lado dela.
JR: Então se este está fechado, o dos rapazes também.
SuMin: Não, os rapazes agora têm mais direitos que as raparigas. -Disse num tom irónico.
JR: Aish... -Coçou a parte de trás da cabeça, confuso. -Qual é o teu problema? -Olhou para ela.
SuMin: Neste momento, tu... -Houve algum arrependimento naquelas palavras. -Isto tudo... -Encostou-se para trás e suspirou.
JR, fez o mesmo: Não me lembro de me ter tornado um problema teu. -Olhou em frente e bufou. -Nem nos conhecemos...
SuMin não respondeu e quando ele voltou a olhar para ela, ela já dormia. JR sorriu e ficou surpreso com a facilidade que ela teve para adormecer, devia estar bastante cansada. Estava um frio de rachar, ia ser difícil para ele adormecer. Tirou o seu casaco e com ele cobriu SuMin. Enquanto o tentava põr sobre o seu corpo, ela moveu-se e caiu no seu colo, ainda a dormir. Ele assustou-se e sentiu-se um pouco desconfortável, não se podia mexer, não se queria mexer, estava com medo de a acordar. Arranjou o casaco em cima dela lentamente e encostou a cabeça para trás.

No dia seguinte, o céu e a terra não mostravam nenhum indicio de ter chovido no dia anterior. Não havia uma única nuvem no céu e a terra estava seca.
Nana estava a dormir docemente quando YooMi ligou o secador de cabelo. Nana deu um salto na cama e reparou que SuMin não se encontrava ao seu lado.
Nana, sentou-se na cama e esfregou os olhos: A SuMin já saiu? -Tentou falar, mas o barulho do secador abafou a sua voz e YooMi ignorou-a por completo. Nana bufou e voltou a deitar-se, pesadamente na cama. Ela pensava que não iria aguentar viver muito mais com aquela rapariga, ela era insuportável.

No dormitório dos rapazes, JongHyun acordou. Encarou o tecto, ainda com os olhos um pouco fechados. "Estás bêbado outra vez?". Ele não conseguia tirar aquelas palavras da cabeça, a forma como ela as disse. Sacudiu a cabeça e esfregou com a cara com as duas mãos. Porquê que ele estava sempre a pensar nela? Fizesse o que fizesse, dissesse o que dissesse, acabava sempre por pensar nela.
Ouviu um barulho no quarto, era Kai que tinha acabado de acordar, estava a preparar as suas coisas para ir tomar banho. JongHyun sentou-se na cama, com algum esforço, visto que ainda era de manhã.
JongHyun: Andas à procura do teu namorado? -Riu e olhou para o sítio onde JR dormia. -Pois é, se eu fosse a ti, abria o olho. -Kai revirou os olhos e optou por ignorar, como sempre.

O sol batia-lhe na cara. Ela acordou e levantou a cabeça do colo de JR com alguma dificuldade, dormira muito desconfortavelmente naquela noite. Olhou para ele, que ainda dormia. Aos olhos de SuMin ele parecia um pequeno cachorrinho a dormir, não era um insulto, ele parecia um cachorrinho pequeno e querido a dormir. Ela riu. JR acordou e sorriu quando a viu olhar para ele.
JR, bocejou: Bom... dia. -Espirrou de seguida. Não se sentia muito bem, o seu corpo doía e estava dormente, tivera o cuidado de passar a noite toda na mesma posição, para não acordar SuMin. A sua cabeça parecia explodir, ele estava adoentado.
SuMin, riu: Bom dia.
Estava na hora de voltarem para dentro, tinham a certeza que as portas já estavam abertas.

Quando SuMin entrou no quarto, Nana começou a disparar as suas perguntas, o que ela simplesmente ignorou. Deitou-se na cama, cansada. Ela queria apenas dormir, e recuperar da noite desconfortável que teve, mas isso parecia ser impossível, visto que Nana não pretendia deixar SuMin em paz.
No quarto de JongHyun, JR entrou, com um andar cansado.
JongHyun, olhou para Kai e riu: O teu namorado chegou, pede satisfações! -JR por pouco não rastejava pelo quarto até a sua cama.
JR, aproximou-se de Kai: Não te preocupes amor, que quando eu acordar explico-te tudo. -Agarrou a cabeça de Kai e deu-lhe um beijo na bochecha. Era impressionante, como mesmo doente e cansado ele conseguia sempre agir daquela forma. Kai colocou a mão em frente à boca e riu. JongHyun olhou para eles com uma cara de nojo e saiu do quarto, levando as suas coisas para o banho.
JR, já deitado na cama feita no chão: Ficou com ciúmes. -Cobriu-se até ao pescoço. -Ele gosta de ti, põe-te fino. -Riu.

SoYou estava deitada na sua cama a ler um livro sobre música e Hyuna estava sentada na sua, na parte de cima de um beliche, a ler a partitura da música que tocou para L.Joe, intitulada por "Love Me".
"O quê, esse música é para ele?". Ela levantou o olhar da partitura, olhou pela janela e suspirou. "Babo!", pensou ela. Porquê que ela haveria de fazer uma música para L.Joe, uma pessoa que ela mal conhecia?
Hyuna sabia que tinha sido parva com ele e sentia-se mal por isso, não era a sua intenção. Se calhar ela queria desabafar e acabou por o fazer da pior maneira. Ela sabia que JongHyun estava magoado, já o conhecia à bastante tempo.
SoYou, pousou o livro e olhou para ela: Que se passa, Hyuna?
Hyuna, acordou dos seus pensamentos e olhou para ela: Nada... -Sorriu um pouco atrapalhada.
SoYou, sentou-se na sua cama que ficava ao lado do beliche: Deixa-me adivinhar, o nome do problema é JongHyun...? -Sorriu.
Hyuna, baixou o olhar e sorriu também: Deh... -Disse num tom baixo. SoYou sabia que a amiga sentia algo por JongHyun a algum tempo, ela pensava que Hyuna gostava de JongHyun desde que se conheceram na Seul Art School. Não se davam muito bem, pareciam cão e gato, ele gozava com ela por ela ser inteligente em demasia e ela com ele por ele ser irritante.

FlashBack
27.11.2007
Hyuna, sorriu e correu para o meio do mini campo dentro da escola: Também quero jogar, TaeMin! -TaeMin, SungJae e JongHyun estavam prontos para jogar futebol com mais um grupo de rapazes que se encontravam no campo. SoYou, SuMin e Joo estavam sentadas nos bancos a observar.
JongHyun: Mianhe, mas a bola é minha e eu não quero marronas a tocar nela. -Sorriu, gozando com ela.
Hyuna, arranjou os seus óculos: Agora que sei que a bola é tua também já não quero jogar! -Virou-lhes as costas. No fundo ela ficou magoada com ele, mas não quis mostrar isso.

7.01.2008
Hyuna estava na sala de música, mostrava a SoYou a primeira música que compôs, ainda não estava completa, mas soava bem. JongHyun entrou e pegou na partitura.
Hyuna, levantou-se: Hya!! -Ele reparou que ela estava zangada e começou a correr, sendo de imediato seguido por ela. JongHyun subiu as escadas e entrou numa pequena sala, que se encontrava vazia. Abriu a janela e pôs a partitura de fora. O vento era forte e se ele largasse o papel, Hyuna podia nunca mais o ver.
Hyuna, correu até à janela: Anni!! -Quando ela chegou bem perto dele, ele abriu a mão e a partitura voou. Hyuna olhava para o papel que cada vez ficava mais longe. Não aguentou e as lágrimas começaram a cair. Foi a primeira música que compôs, e perdeu-a, provavelmente para sempre.
JongHyun reparou que ela chorava, parou de rir e fugiu,
Fim dos FlashBack

Talvez tenha sido por ambos se tratarem assim que Hyuna começou a sentir algo por ele. Ela já tinha confessado antes a SoYou que sentia algo por JongHyun, mas mais ninguém sabia, apenas elas as duas.
SoYou: E porque não vais falar com ele? -Perguntou aproximando-se das escadas do beliche.
Hyuna, sorriu triste: Acho que ele não vai querer falar comigo... -Pensou no que se passara no dia anterior e sabia que ia demorar tempo para JongHyun esquecer. Segundos depois, Hyuna olhou para SoYou, como se tivesse tido a ideia perfeita. -Tu... podias ir falar com ele, por mim. -Sorriu inocentemente. Na verdade isso não lhe parecia muito correcto, mas se calhar era a única maneira.
SoYou: Definitivamente a pior ideia que alguma vez tiveste... -Fez uma pausa. Hyuna olhou para ela com uns olhinhos tristes e baixou a cabeça. SoYou suspirou. -Mas eu posso ir tentar que ele fale contigo... -Não resistia quando Hyuna usava o seu truque baixo dos olhinhos tristes, era como se perdesse as forças.
Os olhos de Hyuna iluminaram-se e ela sorriu. Era infalível.
SoYou dissera que iria tentar, mas não sabia como, nem sequer tinha pensado nisso antes de dizer que o fazia. Simplesmente, ia ao quarto do rapazes e dizia o que tinha a dizer ao JongHyun? Ela tinha um pressentimento estranho, estava com medo, sentia que alguém a ia apanhar, pois não era permitido as raparigas entrarem nos dormitórios dos rapazes.
Apesar do medo, ganhou coragem para fazer o que disse à amiga que ia fazer, não a queria deixar ficar mal. Entrou no dormitório e aproximou-se do quarto do JongHyun, sabia qual era pois já havia estado lá com Hyuna, numa festa de aniversário que prepararam para ele. É claro que isso foi permitido pelo director, não iriam se arriscar tanto.
Chegou ao quarto de JongHyun e bateu à porta. Estava nervosa, e não conseguiu parar de pensar que alguém a ia encontrar e pensar coisas que não devia. Alguém abriu a porta, um rapaz alto e um pouco moreno apareceu do outro lado, tinha apenas uma toalha a tapar o seu corpo a partir da cintura para baixo e segurava outra contra a cara. Os olhos de SoYou abriram muito e esta olhou para a cara dele quando ele afastou a toalha da cara. O seus cabelos eram castanhos escuros e estavam um pouco molhados, parecia sem expressão na cara. Era Kai. SoYou ficou surpresa com o que viu. "A menina SoYou está... fisicamente atraída por Kim Jongin!", pensou ela sentindo as suas bochechas arder. Não sabia porque, mas pensamentos perversos apareciam na sua cabeça, era como se não conseguisse controlar o que pensava. A sua cara cada vez ficava mais quente, o próprio lugar onde se encontrava estava-se a tornar demasiado quente.
Quando Kai tirou a toalha da frente da cara, não conseguiu pensar em nada e o seu corpo automaticamente tentou se tapar. Levou a toalha ao seu peito, tentando tapá-lo. Não tardou em começar a sentir algo, sentiu-se quente, como se de febre se trata-se, ele queria apenas encontrar um buraco onde se pudesse esconder, aquele momento era demasiado desconfortável e embaraçoso. SoYou recuou alguns passos para trás, atrapalhou as pernas e acabou por cair, o que a fez ficar ainda mais envergonhada. Quando a viu cair, Kai deixou cair a toalha com a qual tentava tapar o seu tronco nu e correu para ela. Reparou que ela se ria, ela não conseguia fazer outra coisa sem ser isso, visto que aqueles pensamentos não lhe saiam da cabeça. Agarrou-a e com um pequeno gesto conseguiu pô-la de pé. Sentiu-se demasiado perto dele, e parou de rir. Kai segurava o braço dela, olhava para ela com medo, embaraço, nervosismo... e bastantes outros sentimentos misturados uns com os outros que nem ele conseguia explicar. Nunca ninguém o tinha visto antes naqueles preparos, sem ser a sua mãe e a sua irmã mais velha.
Sem se aperceber a toalha que tapava as sua partes íntimas caiu. SoYou olhou uma vez e num instante fechou os olhos, talvez ela não o quisesse fazer, talvez tenha sido o seu corpo a comandar. Kai ficou sem reacção uma vez mais, não se mexeu, a sua mente pareceu congelar, sem dúvida a maior vergonha da sua vida.
Mais alguém saiu do quarto, mas desta vez vestido. Era JR, vestia um pijama azul com ursinhos brancos e tinha os olhos semicerrados de ter estado a dormir.
JR: Quem é? -Esfregou os olhos e olhou bem para o que se passava em frente dos seus olhos. Abriu muito os olhos de tão surpreso que estava.
Aproximou-se deles e colocou-se em frente a Kai, tentando esconder aquilo que estava à mostra, ou seja, o seu corpo todo. Ele olhou para SoYou e não aguentou o riso, ela estava com os olhos fechados e tinha as bochechas bastante encarnadas, estava bastante cómica. Kai descongelou quando JR se colocou à sua frente. -Seu tarado, quarto já! -Disse ele num tom de riso. Kai agarrou as toalhas do chão e entrou no quarto rapidamente, fechando a porta.
JR, soltou um riso baixinho: Já podes abrir os olhos... -Ela abriu-os lentamente, parecia em choque.
SoYou, desatou a rir sem parar: JongHyun... Hyuna... -JR olhava para ela um pouco preocupado e confuso, visto que não conseguia entender nada do que ela dizia. -Precisam falar... -Mal acabou de dizer estas palavras começou a correr.
JR: Hya, espera! -Mas ela saiu do dormitório sem olhar para trás. "Que tola!", pensou ele. Encolheu os ombros e entrou no quarto também.

A professora Yoon vivia num pequeno, mas bonito apartamento perto da escola, com uma pessoa que tratava como irmão desde criança. Era mais novo que ela 5 anos, mas sempre se deram bastante bem. Quando eram crianças, ele passava a maior parte do seu tempo a brincar com ela em sua casa, era como um filho para os pais de Yoon. Cresceram e algumas coisas mudaram, o pai de Yoon faleceu quando ela tinha apenas 10 anos e a mãe e a irmã mudaram-se quando ela completou 18 anos e decidiu o que queria fazer. Mas houve outras coisas que ficaram intactas, como a sua amizade, o seu amor, o seu carinho por Onew.
Ele era um jovem de 21 anos, vivia com Yoon desde que a sua mãe se mudou para o Japão, com a sua irmã mais nova. Não a podia deixar sozinha, eram demasiado próximos. Ele trabalhava numa padaria, mesmo em frente a sua casa, o seu sonho desde pequeno era poder ter a sua própria padaria, mas como ainda não tinha dinheiro suficiente para o fazer, decidiu trabalhar numa.
Todas as manhãs ele acordava cedo e ia trabalhar, e Yoon quando acordava ficava encarregue de ir buscar pão. Ao Domingo ela acordava sempre mais tarde, e quem tratava do pão era Onew, deixando sempre algo mais doce para ela comer.
Acordou e dirigiu-se à cozinha, em cima do balcão de mármore tinha uma saca com um pequeno papel colado. Ela esfregou os olhos. "Domingo, dia de almoçarmos juntos. ;D", ela leu o bilhete em voz alta, ainda com a sua voz baixa por causa do sono. Ela sorriu e olhou para uma pequena caixa cor-de-rosa que se encontrava ao lado da saca do pão. Ela abriu-a e dentro desta havia um pequeno cupcake de chocolate com pepitas coloridas em cima. Foi ele quem o fez, e eram sempre muito saborosos.
Ela sorriu mais uma vez. Ela adorava Onew, e já não podia viver sem ele.

Todos se começaram a reunir na sala de convívio da Seul Art School. Não usavam uniforme, ao Domingo todos eles podiam andar livremente. Os grupos de amigos eram praticamente sempre os mesmos.
TaeMin, andava atrás de Nana: Nana, podemos falar? -Ele queria pedir desculpa pelo que acontecera na noite passada.
Nana: Anni! -Tentava ignorá-lo, mas com ele sempre atrás de si tornava-se um pouco difícil. TaeMin fez muito esforço para conseguir ganhar coragem para pedir desculpa, visto que lá no fundo ele realmente pensava que L.Joe mereceu o murro.
TaeMin: Wae?! -Continuou a segui-la. -Porque estás a agir assim?! -Ela parou e olhou para ele com um ar cansado. Levou a mão ao peito de TaeMin e empurrou-o levemente para trás.
Nana: Apenas pára TaeMin, pára! -Virou-lhe as costas e continuou a andar. Nana sentia-se um pouco magoada, sentia que perdeu o seu verdadeiro melhor amigo, sentia que o TaeMin que se encontrava perto de si não era mais o TaeMin que ela conheceu 3 anos atrás.
Ele estava desiludido e sentia-se pessimamente. Nana nunca tinha ficado chateada consigo daquela maneira. Era como se já não aguentasse a presença de TaeMin, era o que ele sentia, o que ele pensava. As atitudes dela estavam diferentes, para ele, ela tinha mudado.
JongHyun aproximou-se dele e bateu-lhe nas costas. TaeMin pareceu assustar-se, visto que estava um pouco perdido nos seus pensamentos.
JongHyun: A Joo está a chegar, vamos! -Andaram até à porta da entrada. Hyuna apareceu por trás de ambos e puxou o braço de JongHyun.
Hyuna: Posso falar contigo?
JongHyun, falou num tom mais baixo: Mianhe, mas o bêbado está ocupado agora. -Sorriu ironicamente e virou-lhe as costas.
Hyuna sabia que ele ia reagir assim, estava com medo que ele não a perdoasse. JongHyun não era uma pessoa fácil de lidar, ela aprendeu isso ao longo dos anos, sabia que tinha que ser cuidadosa com as palavras e acções, visto que ele se irritava facilmente.
Joo entrou com SungJae ao seu lado, estava sorridente, feliz por voltar a ver todos os seus amigos. Joo não era um fardo para ninguém, pelo contrário, todos os seus amigos a adoravam.
Hyuna, aproximou-se dela: Nunca mais nos assustes assim. -Joo sorriu para ela e acenou afirmativamente com a cabeça. SungJae olhou para ela e sorriu, gostava de a ver assim, sem nenhum problema, apenas com um sorriso no rosto. Não queria voltar a vê-la naquele sítio, nunca mais.
Pouco tempo depois, a sala de convívio ficou quase deserta, pois todos eles preferiam ficar nos seus dormitórios.
Joo ocupou a sala de dança, depois de passar algum tempo com os seus amigos. Colocou uma música com um ritmo lento, adequado a ballet, o que aprendeu desde criança. Começou com algum aquecimento, mas logo depois, quando se sentiu mais à vontade, inundou toda a sala com a sua delicadeza e paixão para com a dança.
SungJae aproximou-se da porta, colocou as mãos nos bolsos e encostou-se à parede. Ela não reparou na presença dele, estava demasiado ocupada a concentrar-se nos passos.
Ele olhava para ela e seguia cada movimento que ela fazia com o olhar. Delicada, doce, apaixonada... Ele conseguia reparar em tudo isso apenas com um simples demi-plié. Ela entregava-se à dança, como se não houvesse amanhã, como se não tivesse mais tempo de vida.
Joo reparou em SungJae pelo espelho e sem parar a dança, olhou para ele e sorriu. Estava agradecida por o ter por perto, ele cuidara dela perfeitamente.
SungJae retribuiu-lhe o sorriso. Quando ela o fazia, quando ela sorria, SungJae ficava indefeso, como se aquela fosse a sua fraqueza, como se ela o controlasse com apenas uma simples expressão de rosto.
Sentou-se no chão e continuou a observá-la. Conheciam-se à anos e nunca haviam dançado juntos, nunca houve uma oportunidade para isso, não eram da mesma turma e ela apenas se concentrava no ballet, coisa que SungJae nunca experimentara antes.
No momento em que olhou para o espelho, para a ver de lá, sentiu uma dor forte na cabeça, como se lhe tivessem dado uma pancada. Baixou a cabeça e levou a mão a esta. Já não era a primeira vez que tal coisa acontecia, mas não estava minimamente preocupado. Sentia-se tonto, as coisas pareciam rodar à sua volta, sacudiu a cabeça e voltou a olhar para ela. Joo sentiu o seu olhar e olhou para ele, mostrando o seu sorriso novamente.
A dor passou, mas SungJae sentia-se cansado. Levantou-se com alguma dificuldade, sorriu-lhe e despediu-se.

SoYou estava na biblioteca a ler um livro sobre música, o seu tema favorito. Ela fazia de tudo para aprender coisas novas, que a ajudassem a melhorar.
Desviou o olhar do livro e olhou em frente, a porta de vidro da entrada da biblioteca abriu-se e Kai entrou com um pequeno livro nas mãos.
A imagem do que acontecera horas atrás apareceu-lhe na mente, como se alguém a tivesse colocado lá. Sentiu as suas bochechas ficaram quentes e naquele momento ela queria apenas encontrar um lugar onde se pudesse esconder. Mas a única coisa que conseguiu fazer foi colocar o livro que estava a ler em frente à sua cara, com a esperança que ele não a visse.
Kai, sentou-se à sua frente: Mianeyo, já te vi. -Ela apercebeu-se de imediato que quem se sentou à sua frente fora ele. Kai também estava bastante embaraçado com o que tinha acontecido, mas quando a viu pensou que tinha que pedir desculpas pelo sucedido. -E mianeyo por hoje... -Corou e voltou a cara para o lado. SoYou estava bastante envergonhada para poder olhar para ele, por isso não tirou o livro da frente da cara.
SoYou, estava um pouco atrapalhada com o que dizer: Tudo bem... Quero dizer, isso acontece... Não, quer dizer... não acontece, mas... -Kai ficou um pouco confuso com as palavras dela e tirou-lhe o livro da frente da cara. Ela estava com os olhos fechados e as suas bochechas estavam anormalmente encarnadas. Abriu os olhos e à sua frente estava ele, mostrando um sorriso tímido.
SoYou, encheu as bochechas de ar: Não faças isso! -Baixou a cabeça fechando os olhos outra vez.
Kai, confuso: Isso o quê?
SoYou, suspirou e levantou-se fazendo bastante barulho com a cadeira, visto que estava bastante atrapalhada: Esquece, eu preciso voltar para o dormitório... -Não sabia o que fazer, como agir. Estava com medo de dizer alguma asneira, o melhor que tinha a fazer, era fugir.

Onew, rindo: Escolhes sempre a mesma coisa para comer, noona. -Olhou para ela e para a sua comida.
Yoon: E isso tem piada? -Estavam num restaurante perto de casa, onde costumavam ir todos os Domingos na hora de almoço. Onew achava fofo e interessante o facto de a única comida que ela gostava daquele restaurante, ser aquela. -A culpa é tua, tu é que escolhes sempre o mesmo restaurante. -Sorriu com um ar inocente.
Onew: Que não seja por isso noona, no próximo Domingo almoçamos em casa. -Bebeu um pouco da sua água. -Hum... mas eu faço o almoço... porque tu... -Riu. -Enfim...
Yoon: Até parece... -Fez beicinho. -Mas tudo bem, até porque eu adoro a tua comida. -Piscou-lhe o olho e continuou a comer.
Onew sempre tratou muito bem Yoon, apesar de ser mais novo, pensava que tinha que ser ele a protegê-la. Agia sempre como irmão mais velho, e ela gostava disso porque sentia-se bem. Sabia que se Onew estivesse perto dela, ela estaria sempre bem.
Yoon desviou o olhar para a porta da entrada e viu Lee Joon entrar. Ficou surpresa com a presença dele naquele restaurante, até porque nunca o tinha visto por lá antes. Joon reparou que ela se encontrava no restaurante pela parte de fora, viu-a pelo vidro, mas não reparara que estava acompanhada.
Entrou para lhe fazer companhia, mas quando a viu com aquele rapaz, todos os seus pensamentos ficaram confusos. Quem seria ele? E o que estaria a fazer sentado na mesma mesa que ela?
Para que não ficasse mal aos olhos dela, decidiu ocupar uma mesa e observá-los, queria ter a certeza que entre Yoon e aquele rapaz não havia nada.
Yoon sentiu-se um pouco desconfortável, mas tentou afastar os seus pensamentos de Joon, concentrando-se apenas em Onew.

YooMi: Bogo-shipo... -Sussurrou enquanto olhava para uma foto sua com os seus pais, que segurava com a mão. Ela estava deitada na sua cama, sozinha no quarto e perdida nos seus pensamentos. A única coisa que lhe vinha à mente eram as lembranças que tinha dos seus pais. Sentiu uma lágrima cair pelo seu rosto. Por alguma razão, ela sentia-se completamente perdida, sentia-se sem rumo e desprotegida.
Os seus pais morreram quando ela tinha 15 anos, apesar do tempo que passou, ela ainda se lembrava bastante bem do que aconteceu, do que sentiu. A sua vida mudou desde aquele tempo. Passou de uma menina com pouco dinheiro e humilde, a uma mnina rica e arrogante. Ela sabia que os seus pais não estavam orgulhosos dela, e mesmo sabendo que podia simplesmente voltar ao que era, ela não queria. A vida foi muito injusta com ela e ser arrogante, era a sua forma de se proteger sozinha.
Nana: Está tudo bem? -YooMi não reparou quando Nana entrou. Ela estava em pé ao lado da sua cama, olhando para ela com uma certa pena no olhar. -Se precisares de algo...
YooMi, limpou as lágrimas e levantou-se: Como as pessoas mudam... -Saiu e nem reparou que deixara cair a foto que tinha minutos antes na mão. Nana pensou que ela era realmente uma rapariga perturbada, pensou que ela tinha problemas com a vida, com o mundo. Olhou para o chão e reparou na fotografia, olhou para ela com atenção. YooMi estava diferente na foto, estava com um sorriso de orelha a orelha, nem parecia ela. Como pode uma pessoa mudar tanto? "É, as pessoas mudam mesmo.", pensou sorrindo para si.
YooMi queria poder ficar sozinha mas isso parecia impossível naquele sítio. Dirigiu-se à sala de convívio e sentou-se numa das mesas. O ambiente estava calmo, o que lhe permetiu a ela ficar calma também. Encostou-se na cadeira e baixou a cabeça, mexendo nas pregas da sua saia do uniforme. Queria silêncio, e aos poucos estava a conseguir isso.
Alguém se sentou à sua frente, ela não quis olhar, mas percebeu quem era. Era L.Joe, ele sabia sobre todo o passado de YooMi, sabia de todos os seus problemas desde quando era pobre, até passar para rica. Sabia que quando era pobre, na sua escola havia um grupo de raparigas que fazia questão de a humilhar todos os dias, sabia que foi adoptada por uma família com dinheiro, pois eles precisavam de parecer uma família feliz para poderem continuar a ganhar dinheiro, sabia sobre o acidente que matou os seus pais e sabia que na verdade YooMi só se fazia de forte, sabia que ela tinha um coração mole devaixo daquela faceta toda.
L.Joe, olhava para ela: Estás bem? -Disse tentando que ela ficasse o máximo confortável possível, para poderem conversar. Ele não precisava tentar, ter L.Joe por perto fazia YooMi sentir-se bem.
YooMi, limpou uma lágrima que caiu: Não sei o que isso te interessa...
L.Joe, revirou os olhos e bufou: YooMi, pára! -Falou num tom mais alto. -Pára de agir assim sempre que tens um problema! -YooMi ficou surpresa com L.Joe, com as palvras dele. -Dessa maneira... -Suspirou e encostou-se na cadeira. -Vais-me afastar outra vez...
YooMi olhou para ele. Ela sabia que anteriormente errara, mas não queria cometer o mesmo erro duas vezes. Não sabia como agir perto das pessoas, parecia ter perdido essa capacidade quando perdeu aqueles que amava.
Nos seus olhos, juntavam-se algumas lágrimas, ela inclinou-se na mesa, colocando as mãos em cima desta.
YooMi, olhou para ele: Mianhe... acho que já não sei mais como agir... nem como falar... -Uma lágrima caía pelo seu rosto lentamente, e L.Joe segui-a com o olhar. Sentia-se mal por a ver assim. -Sinto saudades deles... e odeio-me a mim mesma por... por estar a agir desta forma agora, estou a ser fraca...
L.Joe, levou a mão à cara de YooMi e limpou a lágrima: Pelo contrário, és a pessoa mais forte que conheço. -Sorriu para ela. Aquele sorriso, aquelas palavras fizeram com que YooMi senti-se um certo alívio no seu coração. Ela sorriu, baixou a cabeça e agarrou a mão dele.
YooMi: Komawo. -Agradeceu, sentindo-se melhor.
L.Joe, sorriu: Podias ter feito isto um ano trás, devias ter desabafado e não ter acabado com tudo...
YooMi, fechou os olhos: Mianhe, não quero que volte a acontecer.
L.Joe, sorriu: E não vai, é uma promessa. -Esticou o dedo mindinho, esperando que YooMi entrelaçasse o seu no dele, o que ela fez de imediato com um sorriso nos lábios.
YooMi: Uma promessa!

Depois do almoço, JongHyun estava no quarto, sentado na sua cama a tocar guitarra. Era uma mistura de acordes que fazia a melodia tornar-se triste, melancólica. JR, que estava deitado na sua cama, a tentar dormir, levantou a cabeça. Ele estava um pouco doente e não estava a aguentar aquela música, fazia-o sentir-se ainda mais doente.
JR: Porquê que não vais falar com a tua amada... -Fez uma pequena pausa. -Ou amado... logo de uma vez? -Tapou a cabeça com a almofada de Kai. -Essa núsica é horrível!
JongHyun, revirou os olhos e resmungou sussurrando: É que está sempre a meter-se onde não deve... -Saltou da cama, pousou a guitarra e saiu batendo a porta. -Aish...
JR, tirou a almofada de cima da cabeça e sorriu: É que nem respeito pelos mais velhos tem... -Abanou negativamente a cabeça e fechou os olhos.
JongHyun podia pensar o que quisesse de JR, mas ele tinha razão. JongHyun estava a ficar maluco com a história da Hyuna, quando é suposto ser ele a pedir desculpa, ela não aceita e estraga tudo, e depois quem tem que pedir desculpa é ela e quem não aceita é ele.
JongHyun acabou por chegar à conclusão que ambos deviam pedir desculpa um ao outro e decidiu ir falar com ela por fim.
O primeiro sítio onde procurou foi na sala de música, visto que Hyuna passava os seus tempos livres, ou a tocar piano, ou agarrada aos livros no dormitório. À medida que JongHyun se aproximava da sala, conseguiasse ouvir uma música, ele percebeu logo que quem se encontrava na sala era Hyuna.
Spoiler:
 
Era a mesma música que ela estava a tocar na sala de dança, a música que JongHyun pensou ser para L.Joe.
Ele decidiu ficar a ouvi-la tocar antes de falar com ela. A música era realmente bonita. Hyuna tinha bastante talento, tanto para compor, como para tocar e JongHyun gostava de ouvir, sempre gostou. E pensar que ela a estava a tocar para outro rapaz, era como se lhe dessem uma facada no peito.
A música parou, JongHyun respirou fundo e entrou lentamente na sala.
Hyuna olhou para ele, não sabia o porquê de ele estar ali, visto que horas atrás a tinha desprezado. Ele não disse uma única palavra e andou em direcção a ela. Tentou ao máximo evitar qualquer tipo de contacto visual, naquele momento JongHyun não queria ver o que os olhos de Hyuna diziam.
Ele pegou na partitura, sorrindo. Hyuna observava a situação. O quê que ele estava a fazer? Observava a partitura atentamente.
JongHyun, desviou o olhar para Hyuna, seriamente: "Love Me"? -Ela baixou o olhar para as teclas do piano.
Hyuna: Vais fazer o mesmo que fizeste à 4 anos atrás? -Sorriu docemente. Ela parecia ter esquecido todo o presente, estava concentrada apenas no passado.
JongHyun, continuava sério: Porque mudaste de assunto? -Ela não olhou para ele, parecia estar com receio da forma como ele a olhava. Levou a mão ao bolso do seu casaco de ganga e tirou um papel dobrado, tinha um aspecto sujo e amachucado. Ela pousou-o em cima do piano e lentamente deslizou-o até JongHyun, que seguia atentamente a sua mão. Ele pousou a partitura e pegou no papel, desdobrando-o. Observava-o atentamente. Era outra partitura, a partitura que ele deixara voar anos atrás.
JongHyun, abriu muito os olhos: Como encontraste isto? -Olhou para ela. Ele realmente pensava que aquilo tinha voado para longe e que nunca mais poderia ser encontrado.
Hyuna, olhava em frente, com o mesmo sorriso doce nos lábios: Compara.
JongHyun: Huh? -Desviou o olhar de Hyuna e olhou para a partitura que pousara em cima do piano momentos antes. Pegou nela e enquanto as observava, sentou-se lentamente ao lado de Hyuna, no banco em frente ao piano. Leu a primeira parte da partitura antiga e levou a mão ao piano, tocando nota por nota. Olhou para a partitura mais recente e leu a sua primeira parte também, fazendo o mesmo no piano. Ficou surpreso, pois a melodia era a mesma.
Hyuna: Depois que a atiraste pela janela, eu realmente chorei muito. -Soltou um riso, que fez JongHyun sorrir. -Mas decidi ir procurá-la, passei o resto daquela tarde a fazê-lo... -Continuou sem olhar para ele uma única vez. -E quando a encontrei, decidi trabalhar nela, aliás não tenho feito outra coisa estes últimos quatro anos. -JongHyun olhava para ela, concentrado nas suas palavras. Esboçou um pequeno sorriso, ele estava orgulhoso dela. Hyuna suspirou. -E ainda não terminei.
JongHyun desviou o olhar dela e voltou a olhar para as partituras.
JongHyun, sorriu como se estivesse embaraçado por ter dito algo errado: Então... esta música não é para o anão oxigenado? -Coçou a parte de trás da cabeça e olhou para o seu lado esquerdo, fitando a parede.
Hyuna, riu, um pouco envergonhada também: Não lhe chames anão, soa mal... vindo de ti... -Riu ainda mais. -E não, não é para ele... -Sentiu a sua cara ficar quente e baixou a cabeça.
JongHyun, olhou para ela e sorriu: Indirectamente chamaste-me anão, mas desta vez deixo passar... -Fez-se silêncio, nenhum deles dizia nada, Hyuna continuava a olhar o piano e JongHyun olhava para ela de vez em quando. -Então... -Rompeu o silêncio. -É para o TaeMin hyung? -Agiu como se estivesse chocado. -Nunca pensei... -Abanou negativamente a cabeça.
Hyuna, olhou para ele e bateu-lhe levemente no braço: Anya, babo!! -Riu com as bochechas um pouco encarnadas.
JongHyun, aproximou-se um pouco e esboçou um sorriso maroto, sussurrando: Finalmente olhaste para mim. -Hyuna olhou os olhos dele, eles sorriam. Notava-se que JongHyun estava bem, estava sorridente. Os seus olhos passaram por toda a cara dele, e chegaram à sua boca, tinha aquele sorriso maroto, que curiosamente lhe ficava muito bem. Estava demasiado perto dele e os seus lábios pareciam chamar os seus, ela gostava de poder senti-los, de poder tê-los só para si, mas tinha medo, estava com medo sem saber o motivo. Acordou dos seus pensamentos e afastou-se de JongHyun, voltando a cara para o lado contrário. As suas bochechas estavam bastante encarnadas e ela não queria que ele a visse assim.
Ele continuou a olhar para ela, mas também se afastou.
JongHyun: Não me digas que é para o SungJae hyung!? -Riu.
Hyuna, voltou a olhar em frente: Anni. -Sorriu timidamente. -Só falta um...
JongHyun: O professor Joon? -Ele pretendia brincar com ela, até porque já tinha percebido à bastante tempo para quem era a música.
Hyuna, soltou uma gargalhada alta: Sim, ele é o homem da minha vida. -Decidiu entrar na brincadeira.
JongHyun, olhou para ela, que o olhava também: Esta música é para o homem da tua vida? -Sentiu-se um pouco envergonhado, mas feliz por ouvir tal coisa. Ela baixou o olhar e sorriu tímida. JongHyun agarrou Hyuna e abraçou-a aconchegadamente. Estava a fazê-lo e não estava bêbado, tinha consciência de tudo, de toda a conversa, de todas as acções. Hyuna ficou surpresa com a atitude dele, mas sentia-se bem, rodeada pelos braços do rapaz que gostava, sentia-se segura, protegida de tudo e todos. Fechou os olhos e sorriu. -Mianhe... e komawo. -Disse ele, sorrindo também.



Quero comentário grandes, sim? ^^

Nota: Desculpem a demora, andei uma semana preguiçosa e o resultado foi este enorme atraso. s: Fico contente por vocês me terem apoiado, e agradeço imenso por continuarem a ler.
Como disse tem uma personagem nova, e aqui está a apresentação dela...




Lee Jinki - Onew
21 anos

Melhor amigo de infância de Yoon. É pasteleiro e o seu sonho é criar a sua própria pastelaria. É um rapaz querido, meigo, amável e protector. Gosta de cantar e de agradar os outros.
k-angel: És tão linda. :3 obrigadaaa. *.*

Leeana: Fiz o que mandaste, não quero que me proíbas de ver o meu MinHo oppa. *.*


Última edição por Mary MinHo ♥ em Qua 29 Ago - 12:26:55, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
kk-angel
Broken Time
Broken Time
avatar

Feminino Mensagens : 1742
Reputação : 0
Data de inscrição : 01/04/2012
Idade : 22
Localização : na minha casa c/ os meus husbandos/lovers/Brothers & Cousins ㅋㅋㅋㅋ

MensagemAssunto: Re: Seul Art School - Capítulo nº 4 - pág. 21   Seg 20 Ago - 18:07:37

OKI ANTES DE MAIS NADA, este gif descreve me quando acabei de Ler (2x) yD :



Agora sim...Começando por Taemin e Nana:
Spoiler:
 

Jr e SuMin :
Spoiler:
 

SoYou e Kai
Spoiler:
 

Yoon e Onew
Spoiler:
 

SunJae e Joo
Spoiler:
 

Jonghyun e Hyuna
Spoiler:
 

Outros

Spoiler:
 


Conluindo: BOOM! AMEI O CHAP! Está tudo bem escrito!!!! ( quem me dera tb ser assim yD) mas uma cena..

Spoiler:
 


Me is waiting for moreeeeeeee! ^_^
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://hysteriee.tumblr.com/
Kim Ma Ri ♥
Broken Time
Broken Time
avatar

Feminino Mensagens : 1733
Reputação : 0
Data de inscrição : 13/06/2012
Idade : 20

MensagemAssunto: Re: Seul Art School - Capítulo nº 4 - pág. 21   Ter 21 Ago - 10:57:19

Antes de mais amei o teu comentário k-angel. *.*

Nana e TaeMin: quanto a isso vai-se resolver tudo no próximo capítulo, está quase quase pronto, depois só falta passar. ^^

SuMin e JR: era bom não era? hah x3 revelo-te que alguém vai tomar conta dele, mas não é a SuMin. (:

SoYou e Kai: digo-te que o próximo vai ter algumas partes tuas (SoYou) e dele também. *.*

Yoon e Onew: uhmm... dar coisa? não sei, vamos esperar que mais personagens apareçam... ^^

SungJae e Joo: ai, nem me fales disso... custa-me tanto escrever estas coisas dele. s: mas tem que ser, e mais para a frente vais perceber o que se passa... *oh i'm curious yeahh* hahahah «3

JongHyun e Hyuna: o trabalhão que me deu fazer a parte deles os dois haha, mas acho que não saiu assim tão mal. :3

Outros:

eu gosto muito de escrever as partes do JR e do Kai, eles são muito fofos mesmo. *.*


Muito obrigada por teres lido e gostado princesa, amei mesmo o teu comentário. Até porque quanto aos erros és a minha salvação, obrigada por teres avisado, já está editado. ^^

Vou tentar ser rápida. :3
Voltar ao Topo Ir em baixo
kk-angel
Broken Time
Broken Time
avatar

Feminino Mensagens : 1742
Reputação : 0
Data de inscrição : 01/04/2012
Idade : 22
Localização : na minha casa c/ os meus husbandos/lovers/Brothers & Cousins ㅋㅋㅋㅋ

MensagemAssunto: Re: Seul Art School - Capítulo nº 4 - pág. 21   Ter 21 Ago - 11:14:44

De nada londrina ^_^ Pediste grande,nao foi?

Agr estou mesmo CURIOSA - toca a cantar Sherlock ahahha -


Hahahahah que funny, sou salvação 8D , Simplesmente não quero que nao fiques tipo eu ehehh sou um desastre a escrver -nods-
Spoiler:
 

Anyway, pronta para mais FEELINGS 8D


FIGITHING! ^_^
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://hysteriee.tumblr.com/
Kim Ma Ri ♥
Broken Time
Broken Time
avatar

Feminino Mensagens : 1733
Reputação : 0
Data de inscrição : 13/06/2012
Idade : 20

MensagemAssunto: Re: Seul Art School - Capítulo nº 4 - pág. 21   Ter 21 Ago - 11:29:10

obrigada mais uma vez. *.*

oh, de certeza que também escreves bem, tenho que ir ler. s:
e isso não foi erro, deve ter sido distracção. :3

vou tentar despachar. ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
kk-angel
Broken Time
Broken Time
avatar

Feminino Mensagens : 1742
Reputação : 0
Data de inscrição : 01/04/2012
Idade : 22
Localização : na minha casa c/ os meus husbandos/lovers/Brothers & Cousins ㅋㅋㅋㅋ

MensagemAssunto: Re: Seul Art School - Capítulo nº 4 - pág. 21   Ter 21 Ago - 11:38:25

^_^

Okioki :3 mas eu já avisei sobre isso eheh x3
Pois se clhr ;3;

Waiting~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://hysteriee.tumblr.com/
nanachu
Spoiled Mind
Spoiled Mind
avatar

Feminino Mensagens : 15771
Reputação : 0
Data de inscrição : 20/06/2011
Idade : 22
Localização : BED

MensagemAssunto: Re: Seul Art School - Capítulo nº 4 - pág. 21   Ter 21 Ago - 17:03:39

gosto muito ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mada/Yeri
Beautiful Stranger
Beautiful Stranger
avatar

Feminino Mensagens : 1281
Reputação : 6
Data de inscrição : 18/06/2012
Idade : 17
Localização : Setúbal

Ficha do personagem
Grupos:
0/10000  (0/10000)
Aulas&Pontuação!:
0/10000  (0/10000)

MensagemAssunto: Re: Seul Art School - Capítulo nº 4 - pág. 21   Ter 21 Ago - 19:09:47

AMEI!!!
AIGO UNNIE, ESTÁ LINDO!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kim Ma Ri ♥
Broken Time
Broken Time
avatar

Feminino Mensagens : 1733
Reputação : 0
Data de inscrição : 13/06/2012
Idade : 20

MensagemAssunto: Re: Seul Art School - Capítulo nº 4 - pág. 21   Qua 22 Ago - 11:00:37

Nana: obrigada por seguires. ^^
fico muito contente que estejas a gostar. :3

Mad@: obrigada princesa. *.*
vês? a tua personagem já mostrou um pouco do seu lado bom. ((:

onde anda a minha Juu? :c
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mada/Yeri
Beautiful Stranger
Beautiful Stranger
avatar

Feminino Mensagens : 1281
Reputação : 6
Data de inscrição : 18/06/2012
Idade : 17
Localização : Setúbal

Ficha do personagem
Grupos:
0/10000  (0/10000)
Aulas&Pontuação!:
0/10000  (0/10000)

MensagemAssunto: Re: Seul Art School - Capítulo nº 4 - pág. 21   Qua 22 Ago - 16:22:00

Pois é :)
A Juu está de férias e n tem net :| (axo eu :P)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Leeana ♥
NewBie
NewBie
avatar

Feminino Mensagens : 494
Reputação : 0
Data de inscrição : 27/07/2012
Idade : 20
Localização : Seoul ^^

MensagemAssunto: Re: Seul Art School - Capítulo nº 4 - pág. 21   Qua 22 Ago - 18:28:35

o Taemin na tua fic está cheio de força xD


tadinho do L.Joe é tão pequenino, como é q o Tae lhe conseguiu dar um murro?

a minha parte favorita deste capítulo foi a do JongHyun e da Hyuna *-*
ele é muito burro ! -.- a rapariga fez a música para ele, e ele mesmo para meter 'impressão' diz q é para o L.Joe? isso não faz sentido nenhum...
só um abraço? era logo um beijo! o:
q se declarem logo de uma vez um ao outro *-*

AIIII O ONEW ENTROUUU *---*
só falto eu agora

escreves tão beem *-----*
sim, estou smp a dizer isto mas olha... a culpa é tua, ninguém te manda escrever assim :3
só digo 'i love you' quando eu entrar... entretanto .
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kim Ma Ri ♥
Broken Time
Broken Time
avatar

Feminino Mensagens : 1733
Reputação : 0
Data de inscrição : 13/06/2012
Idade : 20

MensagemAssunto: Re: Seul Art School - Capítulo nº 4 - pág. 21   Qui 23 Ago - 12:41:25

Mad@: ai foi? oohhh :cc

Leeana: hahah mesmo, imagina só o TaeMin a dar um murro ao L.Joe, o L.Joe como é tinha feito o mesmo, mas como na minha fic ele é calminho... pronto. hahah xDD

é, pois, logo um beijo, tu queres é coisa ahah xD

no próximo já entras, don't worry. ^^

awww, i hate you too my love. *.*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Leeana ♥
NewBie
NewBie
avatar

Feminino Mensagens : 494
Reputação : 0
Data de inscrição : 27/07/2012
Idade : 20
Localização : Seoul ^^

MensagemAssunto: Re: Seul Art School - Capítulo nº 4 - pág. 21   Qui 23 Ago - 16:57:57

mesmo, apesar do L.Joe também ser um bocado calmo na vida real xD
yah, quero cenas de sexo
boaaaaaaaa *-------*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kim Ma Ri ♥
Broken Time
Broken Time
avatar

Feminino Mensagens : 1733
Reputação : 0
Data de inscrição : 13/06/2012
Idade : 20

MensagemAssunto: Re: Seul Art School - Capítulo nº 4 - pág. 21   Sex 24 Ago - 11:11:47

é, quando lhe dá parece que está no mundo da lua, nem quero tentar adivinhar no que ele estaria a pensar... -.-

ai, não te preocupes, vai haver isso ahahah xDD
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Seul Art School - Capítulo nº 4 - pág. 21   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Seul Art School - Capítulo nº 4 - pág. 21
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 11 de 14Ir à página : Anterior  1 ... 7 ... 10, 11, 12, 13, 14  Seguinte
 Tópicos similares
-
» A Maldição Da Bruxa Dorothy Jackie (Capítulo 2 postado!)
» A outra face - Tom - ÚLTIMO capítulo on!!!
» Bloody Kiss {atualização 121214} Capítulo XI.
» FASHION S.l.a.v.e (3° Capítulo-Nova Estagiária...)
» I'll Be Your Eyes - 3ºCapítulo -Pág. 10

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
SHINee Portugal :: SHINee Club! :: FanFic's-
Ir para: