SHINee Portugal

SHINee Portugal

Um lugar de carinho, uma segunda casa, um lugar de encontro de Shawols e não só!
 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Best Place; 2min x OnTae; +18

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Taeminá

avatar

Feminino Mensagens : 4
Reputação : 0
Data de inscrição : 04/06/2013
Idade : 26

MensagemAssunto: Best Place; 2min x OnTae; +18   Ter 4 Jun - 0:54:14

Capítulo 1 - Volte para mim






"Já basta, eu não aguento mais você" - aquelas palavras pareciam mentiras para mim

(Elas devem ser todas mentiras)

(Só de olhar nos seus olhos eu já percebo)


- Porque JinKi você me pede para ficar? – Eu não entendo, o hyung so pode esta brincando comigo novamente... Juro que não entendo.

- Tae eu só pedi tempo, nunca disse que você podia se afastar de mim assim, vem cá – Nesse momento o mais velho tentou uma proximidade carinhosa, envolvendo o corpo do menor com seus braços, ao mesmo tempo em que o mais novo não se permitiu falar nada, apenas ser abraçado por aquele homem que sempre amou e que muito o magoou – Viu como eu sou o melhor para você, não há necessidade de ficar na companhia de outro hyung, eu não gosto e mesmo sabendo porque fica tão próximo do MinHo? Eu não me lembro de ter dado permissão para andar ao lado do meu primo – Onew como a maioria dos homens não gosta de ver os outros com as mãos em suas coisas, apesar dessa não ser a definição do relacionado do seu ex-namorado e primo, aquela amizade com certeza o incomodava, perceber o seu TaeMin recebendo conforto de outro cara não é algo que pudesse ignorar , talvez esse seja o motivo de quere-lo de volta após tanto tempo.

-Eu... eu não quero mais estar perto de você, você não é bom para mim – falando isso logo tratou de manter distância do outro, essa proximidade é algo perigoso, sempre foi, não podia se deixar levar pela voz doce do outro rapaz, não daquela vez, não permitiria desapontar o terceiro naquela relação, se não fosse por si, pois seu orgulho era facilmente manipulado pelas ações acolhedoras do JinKi, que fosse pela admiração adquirida nesses longos anos por MinHo. – Você não quer TaeMin? Acho que estou muito mole mesmo, vamos mudar isso agora – Pegou o outro pelo braço o arrastando para dentro do carro, na sua cabeça não existia motivo para tamanha resistência presente no menor e com essa ideia, iria acabar com aquela palhaçada – Pará hyung, esta me machucando, porque sempre faz questão de pisar nos meus sentimentos – o menor choramingou bem baixinho, sabia que diante das vontades do mais velho, seus braços fracos de nada valiam para intervir, então a única coisa que podia fazer era correr. Quando o maior parou em frente à porta do carro a fim de abri-la, aproveitou essa oportunidade para seguir para bem longe. – Não JinKi, eu não posso continuar gostando de você assim feito um idiota que sou, você não passa de um desprezível e mais sou eu por não ser capaz de falar isso diante dos seus olhos – se encostou na parede e deixou descer devagarzinho , estava cansado após correr tanto.

- Tempo JinKi? Dois anos sem querer nem vê-lo pintado e você usa um eufemismo desse, sei não... O que te fez mudar de ideia hem? – O seu amigo observava toda aquela cena calado e estava na hora de se aproximar após o outro ter saído correndo;

- Eu já expliquei, foi algo aleatório, mas já durou muito tempo, e nunca disse que estava disposto a abrir mão do meu TaeMin, agora vamos voltar, não vamos perder a segunda aula do retorno das férias, e saiu andando ao lado do JongHyun. – Ele fazia questão de dizer para todos que o TaeMin, é o “meu” TaeMin mas o medo de ser o “nosso” TaeMin, não era o tipo de coisa que compartilhava e não queria demostrar e nem explicar o motivo de quere-lo de volta após



2 anos atrás

POV ONEW

-hyung para você vai me fazer chorar, ai ai ai....

– Ora Tae é isso que você merece, desde quando eu sou chato hemm? Então eu vou ser o hyung chato que faz cocegas.

-Tá, tá eu peço desculpa, perdão... Ai mas me solta... Minha barriga já esta doendo de tanto rir

- Certo então diga que você so tem a mim, que sou seu hyung preferido. Nisso eles pararam de brincar e ajudou o menor a se levantar, pois o mesmo encontrava-se sob o corpo do maior em uma posição indefessa, aquele assunto querendo ou não sempre foi complicado para Onew, o mesmo não queria demostrar, mas apesar de ser o mais velho, sempre foi dependente da pessoa que amava.

Taemin por um momento ficou calado sentado em cima de seus pés somente observando o rapaz lindo a sua frente - Onew hyung, então nem precisava ficar judiando de mim assim, olha como você me deixou, olha essas manchas vermelhas nos meus braços e no meu estomago... Esta doendo muito sabia - Acho que o Tae nunca vai desistir da ideia de me fazer me arrepender até de coisas que não o machucam, esse menino é um perigo, de inocente só as feições mesmo, eu sei que ele tem total compreensão do poder que ele exerce em mim por isso que ele age assim, ou talvez não, na verdade a culpa não é dele, eu que sou fraco mesmo com esse menino, mas como não ser? Esses olhos, os lábios rosa e cheios, o sorriso sempre no rosto, os fios sedosos ruivos com cheiro de morango e a ingenuidade dele que transborda sedução, ah Taemin será que você sabe que eu só tenho a você?

- Onew hyung? – O ruivo levou a mão no rosto do rapaz que estava há uns minutos calado, baixou o olhar para o chão e falou o que estava pensando no momento de forma baixa e triste – o hyung ficou chateado pela brincadeira que fiz?! – Nisso ele encantinhou até o colo do outro e apenas abraçou o mesmo e disse baixinho no seu ouvido – o hyung é o melhor do mundo, o melhor, o mais bonito, o mais forte, o mais responsável, o que tem mais autoridade – nessa frase ele riu baixinho de forma envergonhada e completou – você sabe que eu obedeço somente a você, o hyung sempre vai ser o melhor para me deixar vermelho, você sabe que eu fico sem jeito de falar essas coisas... Eu o amo Onew, você é o meu homem e amigo. Eu só tenho o Onew hyung e finalizou a frase com um beijinho no pescoço do rapaz que fechou os olhos para aproveitar o momento – Ahh Tae não faz assim... – Eu estava extasiado com as palavras tão amorosas do Tae, ele é o rapaz mais puro que conheço isso é o que mais estimo nele.

- Hyung me deixa fazer uma pergunta?

-Humm meu amor – Eu falei baixinho, eu sempre fico mole assim quando estou perto do Tae e ele chega com o seu jeitinho todo manhoso me chamando de Hyung e ainda pedindo permissão...

- Sabe hyung, eu queria saber por que você perguntou se você é o meu hyung preferido? Você tem dúvidas sobre isso? Ou era brincadeira mesmo?

- Tae eu sou ciumento sim, essa era a pergunta que você queria fazer? – pelo sorriso envergonhado dele, digo que acertei em cheio.

-Ahh hyung ciúmes de quem? Se eu falo somente com você – e fez aegyo enchendo as bochechas de ar

- Eu não gosto de te ver conversando com outros e muito menos quando eles ficam todo cheio de jeito com você, eu sei que o meu TaeMin é apaixonante e inocente o que te o torna ele sedutor, mas como eu disse, ele é meu – e finalizaram a conversa com um beijo doce e um tanto necessitado da parte do maior.

Sim, eu tenho ciúmes do meu primo MinHo.







Voltar ao Topo Ir em baixo
Taeminá

avatar

Feminino Mensagens : 4
Reputação : 0
Data de inscrição : 04/06/2013
Idade : 26

MensagemAssunto: Re: Best Place; 2min x OnTae; +18   Ter 4 Jun - 0:56:52

Capítulo 2 - Você não me conhece nem o amor que sinto por você


Um amor doloroso começa de novo
Antes de eu encontrar com você
Eu tento não deixar que meus sentimentos me controlem

Você não me conhece nem o amor que sinto por você




Tinha passado poucos minutos desde o último momento, mas TaeMin ainda se encontrava do mesmo modo com a cabeça baixa apoiada nas pernas, se controlando o máximo para não chorar, sendo que poucas lagrimas insistiam em sair sem permissão entregando contra o esforço do ruivo em tentar enganar a si mesmo.



POV TAEMIN

O que se passa sinceramente, porque ele pede para voltar se eu sei que ele não acredita em mim, será que ele não sabe que assim as coisas só vão piorar e o que o fez mudar de ideia?! Quantas vezes eu já pedi a ele que não me deixasse mesmo não acreditando em mim eu me conformaria em ser humilhado apenas para ter sua presença.

Flash back on

- Hyung, por favor, me escuta – Como eu chorava naquele dia e nos outros que viriam, tudo no momento era humilhante; eu me encontrava jogado no chão segurando as pernas do meu hyung para não me deixar com a vista baixa, e lágrimas escapando com várias outras.

- Cala boca TaeMin, me solta, vai me larga – enquanto chutava os próprios pés na tentativa de enxotar aquele outro que estava agarrado a si – você me da nojo, sabe o que eu estou com vontade de fazer com você agora mesmo? Deus não permita que eu faça, porque se eu começo a te bater, eu juro que não paro hoje.

- Hyung eu... Eu... Não sei o que estava fazendo lá, mas n...não foi parar lá com minhas próprias pernas, eu estava desacordado e – foi interrompido pois o JinKi se inclinou e me fez subir segurando pela cola da minha blusa e pode ver desde o incidente tanto ódio nos olhos que antes só demostrava amor; pela primeira vez senti medo.

- Você só deve estar de brincadeira não é – gemeu baixo, mas não impediu de ver todo o rancor naquelas palavras – fez o que fez, vem aqui se fazer de vitima, VOCÊ NÃO ME ENGANA – gritou pela primeira vez nessa conversa – Essa cara de sonso não mostrar o vagabundo que você é, e eu sempre pensando que o meu namorado era a coisa mais fofo e puro, e ele é puro, puro de promiscuidade - É VOCÊ É UM PUTO – e tomado pela ira jogou com tudo o corpo frágil do ruivo contra a parede.

- Eu... Euu... – Não consegui completar uma frase se quer; aquelas palavras tudo jogada contra mim fizeram meu coração dá uma batida descompassada.

- Você TaeMin, tem idéia do quanto eu estou puto com você... Fazendo-me de besta todo esse tempo e imitou a voz do outro com escarnio: “Hyung eu ainda não estou preparado... desculpa”, como não estava pronto se você deu para todo mundo?!, mas claro só faltava o besta.

- Onew nunca ning...ninguém me tocou, eu sempre me guardei para você – Foi o meu erro tentar argumentar.

- MENTIROSO – foi à única coisa que fez antes de me jogar no chão e ficar por cima de mim e começar a dirigir muros e tapas ao meu rosto – Eu vi você na cama com outro, seu... seu – Senti os muros cessarem e ousei abrir os olhos e vi o primo da pessoa que me batia segurar os braços do mesmo afim de me proteger.

- Chega Onew – Disse MinHo.

Flash back off


O MinHo me salvou de ter sido espancado pelo JinKi, me lembro que aquele dia ele voltou para cuidar de mim, ele sempre foi uma pessoa gentil comigo mas confesso que quando o vi naquele momento pensei que ele ajudaria o seu primo a me machucar – riu baixinho, sabendo que isso fosse verdade talvez não conseguisse sair vivo do local.

- TaeMinnie – Escutei alguém me chamando me tirando dos meus devaneios, nem precisei levantara vista para saber quem era o dono daquela voz: meu melhor amigo MinHo.

- Hyung o que você esta fazendo aqui, perdeu aula?

O maior se sentou ao lado do outro que já se encontrava assim – Minnie eu que devia fazer essa pergunta, olha você perdeu aula de biologia - mas logo decidiu mudar de assunto ao ver o nariz vermelho integrando que estava chorando – Chorando Tae... – e puxou o outro para um simples abraço ao mesmo tempo em que afagava os cabelos do menor com os dedos – Eu estou aqui agora, não precisa ficar assim.

- Min eu... Eu... O seu primo veio falar comigo – foi interrompido, nem precisei completar, o MinHo sempre sabe melhor do eu mesmo.

- Você vai da uma chance a ele Tae? –

POV MINHO

- Você vai da uma chance a ele Tae? É necessário caso queria ter um pouco de paz – Doi muito falar isso, mas ver o Tae durante esses longos dois anos sempre chorando por ele também não foi fácil, que seja o melhor para vê-lo sorrir.

- Hyung confia na minha inocência? – Eu afirmei que sim com o movimento da cabeça, afinal o Tae sabia que me encontrava cego por ele, mas era mais do que isso, ele era inocente e eu sabia. - JinKi não, entende? – Não precisava concluir a frase ou estende-la, eu sou capaz de entendê-lo até de baixo da água então me permitir abraçar mais uma vez o pequeno TaeMin.

- Minnie quer ir lá em casa, tudo bem você perder o resto da aula, eu deixo – Eu vi a expressão fofa formar no rosto da pessoa mais doce que conheço, sabendo que ele iria falar alguma coisa para descontrair o clima pesado.

- Às vezes hyung eu penso que você não é uma boa companhia... srsrsr – Acertei - mas vamos a minha casa por favor MinHo hyung.

- Senhor Lee TaeMin vou ignorar que você insinuou que eu sou irresponsável e como sou uma boa pessoa vou atender o seu pedido – fingi esta chateado.

- Hyung ,você é o melhor hyung – disse isso me beijando no rosto, as vezes eu sinto que o Tae gosta de testar o meu autocontrole, mas vou julgar que ele faz essas coisas sem perceber.

- Sei... – E puxei o mesmo pela mão para sairmos o quanto antes desse lugar.

Poucas horas depois já tínhamos entrado no apartamento do Tae, lá era espaçoso e ensolarado, combinava muito com a personalidade angelical do Minnie.

- Minnie vai tomar banho, enquanto vou preparar algo para comermos.

Depois de compartilhamos tantas coisas, eu já me sentia bastante acomodado na casa do Tae; dentre esses dois anos nossa intimidade é a melhor, mas diante de tantas coisas que compartilhamos so falava uma, a mais importante, ele não sabe que eu o amo. Mas não vem ao caso falar sobre isso, afinal tenho que preparar algo muito bom para o pequeno, enquanto estava buscando algo nos armários, foi interrompido pelo rapaz que me observava calado no topo da escada:

- Hyung, será que você poderia vir aqui no quarto agora? – Posso imaginar qual será o assunto, a voz manhosa não nega que é sobre o Onew. E segui os passos para a escada entrando logo no quarto seguido pelo dono do mesmo.

Sentamos ambos na cama, eu na ponta da cama e o Tae mais no centro com a cabeça baixa querendo encontrar as palavras certas para começar tal assunto.

- Min – Isso eu não esperava, o Tae se levantando para ficar a menor distância possível para me abraçar, pude sentir o cheiro de morango nos seus cabelos recém-lavados... Tão bom –

- O que foi pequeno? – Eu não sou de pedi explicação das ações do Tae por sempre entendê-las melhor do que ele mesmo, mas confesso que essa proximidade repentina me deixa confuso.

- Você hyung, será que se eu não o tivesse eu teria enlouquecido? Eu sou uma pessoa depressiva, preciso do seu apoio, desculpa ser assim... Sei que te decepciono – e muitas lagrimas não minhas começaram a molhar o meu pescoço e descer para minha blusa, o meu Tae estava chorando...

- Minnie você quer eu durma aqui hoje?

- Você pode, não vou incomoda-lo? - Falou com os olhos pidões implorando atenção – Eu só dou trabalho para você, acho que sou uma criança que não sabe o seu lugar e fica criando problemas para o seu hyung.

- Nunca, vem cá – e puxei para um abraço mais apertado, completei no seu ouvido – mesmo que você me mandasse embora, eu não iria.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Taeminá

avatar

Feminino Mensagens : 4
Reputação : 0
Data de inscrição : 04/06/2013
Idade : 26

MensagemAssunto: Re: Best Place; 2min x OnTae; +18   Ter 4 Jun - 1:04:05

Capítulo 3 - Não importa quanto tempo passe



POV KEY

- Até onde Onew você pretende ir dessa vez? Não vê que é o único a se machucar... Todo mundo sabe que o seu ex-namorado não tem valor, ele nem te respeita, anda para todos os lados com o seu primo; ele até já tentou algo comigo – Certo, agora eu exagerei - Quer dizer ele não consegue tirar os olhos de mim quando cruzamos nos corredores... Tenho até calafrios. – Pelo revirar das orbes dos seus olhos acho que ele não acreditou – Onew, não importa se você não acredita em mim, o hyung é tão cego que foi enganado pelo outro por longos anos – Doi Onew, eu sei que doí mas o que eu senti quando você terminou comigo por aquele outro, o perfeito e desejado TaeMin que agora não passa do cara mais ridicularizado do campus.

- Key o TaeMin é problema meu, olha mas como você é meu amigo, vou explicar-lhe: O meu coração é movido pelo TaeMin, quando não o vejo eu simplesmente fico fora de mim, você entende como eu fiquei nesses anos? O quanto foi ruim para mim? eu sou ciumento, possesivo e muito mais, sendo assim consegue entender o que eu tive que passar sempre vendo-o acompanhado do meu primo? Então desista dessa ideia porque no meu mundo ela não existe; eu digo mais, eu simplesmente não esqueci o que ele me fez, não pretendo perdoá-lo por isso, mas quando voltamos definitivamente penso em uma maneira de pisar nele, só que ele é meu. – Onew porque você tem que ser tão sincero, não precisava falar isso para mim, o TaeMin o deixou sem coração foi... – Key vou falar com o papai, talvez ele me ajude – E já de costa para mim - Tchau– E assim fiquei sozinho novamente com meus pensamentos, será que o que fiz não foi o bastante? Estava preste a deixar o local quando escuto a voz conhecida.

- Problemas Key? – Senti a respiração tão próxima do meu ouvido e prosseguiu ainda mais perto – Se Onew soubesse que o seu precioso namoradinho sempre foi santinho do jeito que sempre imaginou que fosse, será que ele se joelharia diante dele implorando perdão como um homem se devota a um deus? – Depois de ouvir o mela -mela do Onew, aparece esse....

- O que você quer Jonghyun? – Sem paciência, eu estava sem paciência...

- Se ele soubesse que esta sendo injusto com o santinho do Tae, coitado... Acho que se sentiria culpado pelo resta da vida, vou lá e pergunto? – Jonghyun você consegue ser tão irritante se fazendo de besta.

- Claro que não, era essa sua dúvida? Pronto, esta respondida, até... – Preciso sair o quanto antes daqui, porque fiquei esse tempo todo pensando após o Onew ter me deixado... Era para eu ter ido embora... Burro burro.

- O melhor, Se ele soubesse que o seu amigo ex-namorado sujou a reputação do pobre e indefeso Tae, será que o Key continuaria sendo seu ex-namorado e amigo?

- Ahhhhhh, chega!!!!! - Eu sei o que ele quer, mas logo essa hora e agora – Vamos a minha casa, é mais seguro. – E sai puxando o menor pelo braço.

- Pensei que não fosse me convidar

- Não iria Jonghyun – Não iria porque simplesmente não gosto de esta com você.

- Eu sei, mas olha, estamos indo agora não? – Não precisa fingir sorriso, não o torna simpático.

POV Jonghyun

Não faz o meu tipo mentir, sujar reputação dos outros ainda tratando do namorado do meu amigo melhor Onew, mas o que posso fazer para ter a pessoa que gosto comigo? Desculpa JinKi mas o Key é mais forte.

O TaeMin não é para você até o Key dizer ao contrario.

POV narrador

O mais velho dos cincos seguia apressado, o quanto antes chegasse à sala do diretor, melhor seria; não tinha uma confirmação se seria satisfatório, mas tinha que tentar, aliais foram longos anos sem esforço sempre se dando por vencido, mas chega, afinal esse tempo sem o seu precioso garoto foi pior do que o mar de inferno, e esses eram os pensamentos que moviam o rapaz pelo corredor. Antes de adentrar o recinto, dirigiu a porta três baques a fim de anunciar sua chegada.

- Pai o senhor está ocupado?

POV ONEW

- Pai o senhor está ocupado? – Como não recebi resposta continuei – Sabe está chegando a semana das competições e estive pensando em fazer algo diferente... – Eu sou direto sim

- Uma prova nova filho?

- Não exatamente, é em relação às regras – Pronto falei, agora é ouvir o não e tentar persuadi-lo – Todos os anos as mesmas coisas...

- JinKi o que exatamente você esta pensando – Menos mal, ao menos o pai quer me ouvir.

- Assim, a divisão das turmas poderia ser mais global envolvendo todos os anos.

- Você quer participar da mesma equipe do TaeMin? Isso não é certo, mesmo que fosse permitido não seguraria vocês serem do mesmo grupo, isso é contra as regras.

- Pai se é pelas regras, faça isso por mim... Pai eu já sei o que eu quero de aniversário. – Falei usando toda minha manha, claro que se fosse minha mãe já teria cedido, mas vou me esforçar e conseguir o que eu vim fazer aqui.

- Já acertamos o seu presente, o seu carro já esta velho, vamos comprar um do ano para você filho.

- Não pai, eu quero muito fazer parte da equipe do TaeMin, esse é o meu presente, o senhor disse que eu poderia escolher, pois eu cancelo o anterior, e substituo pelo meu TaeMin – já chorando pois se eu quisesse sair de lá com um “sim” eu tenho que pressionar - Ohh pai, eu não quero saber como o senhor vai conseguir isso mas eu quero, eu quero – Por fim o abraçando.

- Tá, tá só não fique chorando, é muito feio ver um rapaz se derramando assim – Obrigado pai você sempre diz sim para mim.

- Eu queria pedir outra coisa, não estou gostando do meu dormitório, é tão cansativo subir as escadas, eu podia escolher outro que estivesse desocupado?

- Humm, pegue com a secretária a chave reserva do quarto que deseja filho.

- Obrigado pai, o senhor é o melhor do mundo.

- E você o melhor para fazer o seu pai coisas erradas não é senhor JinKi? – E fez carinho nos cabelos sedosos do filho.

- Pai, não quero tomar o seu tempo, estou indo pegar a chave do meu novo quarto – Já estava para sair quando ele me chama novamente, claro tinha sido fácil demais ne?

- Quem é o seu novo colega de quarto? – Porque ele pergunta se já sabe? todo mundo sabe ora...

- O Taeminnie pai.

Pronto está seguindo tudo do jeito que eu previ, o pai sempre é bom comigo... Tenho que pegar as minhas coisas, pois vou fazer uma mudança... Tae só espere um pouco que estou indo ter com você querido. Você será meu novamente e depois eu vejo o que faço o que eu faço com você.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Taeminá

avatar

Feminino Mensagens : 4
Reputação : 0
Data de inscrição : 04/06/2013
Idade : 26

MensagemAssunto: Re: Best Place; 2min x OnTae; +18   Ter 4 Jun - 1:08:06

Capítulo 4 - Diga que a razão pela qual vive, sou eu, diga! - Parte 01



Se não problema, apenas desapareça

para que eu não possa vê-lo novamente

Não quero mais cair no sono por causa disso, mesmo que eu morra

O que você fara?


POV KEY

Andava depressa pelos corredores de cabeça baixa - Ótimo, além da noite horrível de ontem ainda chego atrasado, ai o professor não vai me deixar entrar – Mas essa não é minha maior preocupação... Porque Onew, você me força a me rebaixar tanto assim... Por que... Ter que dormir com outro enquanto só penso em você, no final não é tão diferente do seu amado TaeMin. – Nunca tinha visto como o caminho é longo; mais alguns passos e - Pronto, finalmente me encontro a frente da porta, agora é só rezar para o professor esta de bom humor. Vou entrar rapidinho de cabeça baixa, se colar colou.

- Kimbum... – Droga!

- Sim senhor?

- Que não se repita!

Menos mal, não que eu me importasse se assistir essa aula chata, mas pelo menos aqui eu não iria pensar no Onew, ou era o que eu imaginava quando vi que tinha apenas um lugar vago na sala, e esse é ao lado do TaeMin.

- Tirem seus livros e abram no capitulo 20, Kimbum pode começar a partir da introdução.

- Sim senhor – Droga cadê o meu livro, aqui não está... Nem aqui – um minuto professor.

- Aqui pode pegar o meu – Não acredito, essa pessoa caridosa é o dito cujo do TaeMin, e ainda com um sorriso aberto assim – Toma, antes que o professor perceba.

- O..obrigado – Droga Key, gaguejar para o TaeMin? Está louco menino?

Hoje até que aula foi legal de passar o tempo, e consegui pegar boa parte da matéria, não sozinho... Nunca tinha percebido que esse garoto é assim tão prestativo, enquanto toda a sala estava preocupada consigo mesmo, ele muitas vezes parou de resolver os problemas de matemática para me auxiliar no meu...

- Kimbum, você consegue fazer agora? –

- Hum, obrigado – Depois que a gente aprende parece tão fácil.

...........................

- TaeMin você confere se esta certo? – Olha só estou pedindo porque eu realmente dependo desse trabalho para minha nota e ele parece ser tão... legal?!... Não, com certeza é teatrinho para o professor...

- Sim, olha hyung eu sempre me sinto bem podendo ajudando os outros – Hyung, desde quando eu sou isso dele? Esse menino é carente ou estou imaginando – Mas as pessoas não me veem com bons olhos. - Penso que seja difícil tocar nesse assunto porque foi automático, o sorriso logo deu espaço para uma expressão séria – Mas deixa para lá, aaah eu posso continuar te chamando assim?

- Oi? Assim como?

- De hyu...ng... Quer dizer... Nada não...

Ele nem esperou eu formular uma resposta e foi se despedindo de cabeça baixa, juro que vi seu rosto vermelho.

POV TAEMIN

Está louco TaeMin? Ficar pedindo para os outros ser seu hyung, quer ser ridicularizado na frente de todos novamente?! Acho que preciso descansar, pensando melhor, cadê o MinHo que nem veio me acompanhar para os quartos... Ah ele deve esta ocupado, é melhor eu ir logo para o dormitório e de lá eu mando uma mensagem e fui tirando o celular dos bolsos para ver que horas eram quando sinto um baque forte contra o meu corpo me desiquilibrando e encontrando o chão.

- Não olha para onde anda não.

Droga, três rapazes, melhor me desculpar e seguir o meu caminho – Desculpe-me – E já ia saindo quando escuto – Ei, você é o TaeMin?

- Engano seu, não conheço ninguém por esse nome, com licença – Porque mentir sobre minha identidade? Simples, sozinho com três homens que nunca vi, é melhor ser todo mundo, menos eu.

O mais alto entre eles me reconheceu – É o namorado do filho do diretor! , ohh TaeMin volta aqui! – Voltar? Está louco? Melhor eu fugir – E sai correndo pelos corredores feito louco sim. Quando julguei está em um lugar mais calmo, só parei poucos minutos para recuperar o folego e quando abro a porta dou de cara com a figura de JinKi.

Meu primeiro pensamento foi dar as costas e me fazer de besta e simplesmente sair, mas espera, ele esta mesmo arrumando suas coisas aqui no meu quarto? Não... só pode esta de brincadeira.

- O que faz aqui? Eu vou me mudar de quarto?

- Não, eu que estou me mudando para cá – Ele nem se deu o trabalho de se virar para me responder, parecia muito ocupado guardando suas coisas no meu armário – Pronto terminei – E olhando para mim - Está com fome? – Um JinKi que cozinha para mim? Mentira....

Melhor eu sair logo daqui antes que a gente começe a brigar, as coisas são assim, só pode ter algo instigante em nossa relação... Sempre termina eu saindo chorando, afinal estamos falando do Onew, o melhor para sangrar o meu coração.

- Estou de saída.

- Não está nada TaeMin.

- Quando eu voltar, não quero encontra-lo aqui – E como esperado antes de eu conseguir chegar a porta sinto ele me puxando pelo braço me jogando na cama.

Por isso que os primeiros olhares se transformam em caus, o JinKi sempre me trata com brutalidade, se é assim Onew, que seja... perdi minha paciência, ela não é das melhores se tratando dele – OLHA – Foi logo me levantando emburrando com os dois braços o peito do outro – OLHA, SAIA DAQUI! OU EU JOGO ESSAS SUAS PORCARIAS DA JANELA A FORA – Quero ver se ele não me escuta agora, também sei ser firme.

Agora é aguentar o ataque dele, e esperar tudo se acalmar para eu dormir aqui SOZINHO.

- Ninguém aqui esta gritando, eu não estou - E fazendo pressão nos meus ombros para me sentar- Porque você é assim? Escuta TaeMin, eu não vim para cá porque eu quis, não me trate assim.

POV ONEW

- Ninguém aqui esta gritando, eu não estou - E fiz pressão nos seus ombros forçando se sentar - Porque você é assim? Escuta TaeMin, eu não vim para cá porque eu quis, não me trate assim.

- Se é assim, desculpe-me, foi pego desprevenido – Verdade que é assim tão fácil enganar o Tae? Desde quando ele assim inocente? Não depois do que ele me fez... foco Onew. – Mas eu preciso sair... ehh acabei esquecendo um livro na biblioteca – E fez questão de virar o rosto para o lado, assim fica mais fácil saber que esta mentindo para mim.

Levei minhas mãos para o seu rosto, tinha esquecido o quanto macio é o meu Tae, e o fiz olhar para mim por poucos segundos admirando esses olhos que possui a luz mais bela - O reflexo da lua nada se compara ao brilho dos seus olhos - Depois envolvi seu corpo em um abraço para começar a sentir o cheiro que tanto senti falta , que me fizeram lembrar das coisas boas e das más, o acochei mais em meus braços para forçar as memórias ruins irem embora mas foi inevitável.

- Mentiras novamente TaeMin? - Senti a primeira rejeição após o inicio do abraço, essa não era a minha intenção, não queria romper a proximidade. Eu te amo TaeMin.

Apesar de tudo, eu só tenho a você.

- JinKi – Eu vi os olhos do Tae marejados, porque ele está ameaçando chorar... Sinto-me confuso, sempre foi assim desde que terminamos... As coisas inacabadas – você esta tão calmo – Pode sentir a tristeza nas suas palavras – Se eu falo o que penso você vai gritar comigo, me ofender e me bater? – Eu mal conseguia entender o que o Tae falava, percebi que estava chorando, e tinha parado de olhar para mim, minha imagem é assim tão intragável ou é o peso das suas palavras? – Quantas vezes... Quantas vezes você vai se aproximar de mim... de mim, não acreditando em mim... Eu... Eu preciso sair daqui, não me faz bem – Nem ao menos tentou se levantar, fez diferente. Apenas deixou a minha proximidade para enterrar o rosto no colchão, sim ele se deitou e começou a chorar, não de forma contida. Você se encontra tão triste assim Tae? – Eu...eu não sou mentiroso.

- Tae não chora – Alisar suas costas não pareceram um conforto para ele, pelo contrario, me permitiu ouvir suas lamurias mais nítidas ao mesmo tempo embriagadas pelo choro.

- Eu quero morrer hyung, você vê o que isso faz comigo? Quando eu me matar... – se levantou da posição que estava para ficar sentado com a cabeça baixa – Quando eu morrer eu quero um caixão branco porque sou puro... Eu não sou o tipo de pessoa que você pensa – Ele falava isso mais para si do que para mim – Mas você não... não ne hyung... por isso...

Eu fiquei confuso. O TaeMin parecia que estava sem os sentidos; falava comigo, chorava, falava consigo, chorava novamente e assim foi até o Tae pegar no sono.

Eu senti sinceridade nas palavras do TaeMin, e a tristeza sei que não era fingimento.

Pela primeira em tanto tempo penso: “Será que todos esses anos eu fui injusto com o meu TaeMin?”

Afinal o que aconteceu naquele dia?





Voltar ao Topo Ir em baixo
Vanilla
Design grafica
Design grafica
avatar

Feminino Mensagens : 3505
Reputação : 0
Data de inscrição : 19/07/2011
Idade : 23
Localização : recentemente casada!!

MensagemAssunto: Re: Best Place; 2min x OnTae; +18   Qua 5 Jun - 1:43:33

isso é oneshot ne?
se tiver tempo, hoje leio.. já faz a bue que nao leio yaoi
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Best Place; 2min x OnTae; +18   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Best Place; 2min x OnTae; +18
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Best Place; 2min x OnTae; +18
» FLOTSAM AND JETSAM - NO PLACE FOR DISGRACE 1988
» Importadora Eletro Place. Vale a pena?
» 2MIN *O* ..
» topic to 2min

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
SHINee Portugal :: SHINee Club! :: FanFic's-
Ir para: