SHINee Portugal

SHINee Portugal

Um lugar de carinho, uma segunda casa, um lugar de encontro de Shawols e não só!
 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 A Chave do Quinto Elemento ~FANFIC COMPLETA~

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1 ... 10 ... 16, 17, 18, 19, 20  Seguinte
AutorMensagem
atiR
Beautiful Stranger
Beautiful Stranger
avatar

Feminino Mensagens : 1493
Reputação : 0
Data de inscrição : 19/09/2011
Idade : 22
Localização : Coreia do Sul (I wish *-*)

MensagemAssunto: Re: A Chave do Quinto Elemento ~FANFIC COMPLETA~   Qui 8 Dez - 20:13:46

oh, é mesmo uma pena...
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://twitter.com/#!/atiR_94
mwezi
Stalker
Stalker
avatar

Feminino Mensagens : 865
Reputação : 0
Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 23
Localização : Seoul, South Korea

MensagemAssunto: Re: A Chave do Quinto Elemento ~FANFIC COMPLETA~   Qui 8 Dez - 20:52:06

SIIIIIMMM É MESMO UMA PENA :( queria ver a náá linda *beicinho*

Ummah haneul:obrigadooo pelo coment que me fez rir ahah, es igualzinha a mim, louca por vilões, mas sim pah este vilão ainda é mais sexy que qualquer um *-*
Continua a ler-me sim??
Vou postar agora o Chap 20 : )
Voltar ao Topo Ir em baixo
AndieLiu
Dance Machine
Dance Machine
avatar

Feminino Mensagens : 5853
Reputação : 4
Data de inscrição : 31/05/2011
Idade : 23
Localização : Wanted Dead or Alive

MensagemAssunto: Re: A Chave do Quinto Elemento ~FANFIC COMPLETA~   Qui 8 Dez - 21:05:33

Obviamente que continuo a ler, credo se deixasse de ler seria cega!
Voltar ao Topo Ir em baixo
mwezi
Stalker
Stalker
avatar

Feminino Mensagens : 865
Reputação : 0
Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 23
Localização : Seoul, South Korea

MensagemAssunto: Re: A Chave do Quinto Elemento ~FANFIC COMPLETA~   Qui 8 Dez - 21:50:08

Não sei porquê mas deu-me um gosto especial a fazer este chap, afinal é o 20! A minha fanfic anterior tambem teve 20 e tal capitulos, mas mesmo assim, estou mais emocionadita com este capitulo 20, porque de certo modo, estou a entrar imenso neste mundo, em 1925, em seoul, e na convivência com estes poderosos elementares.
Okay, sim, estou a ser lamechas, mas acreditem ou não, já escrevi 1925 na data de um trabalho de avaliação ahaha.
E chega de blablabla, queria agradecer a quem lê e a quem me diz: continua, porque eu realemente amo isto.
Espero que gostem e comentem : D

XX Capítulo – Virar as Costas ao Amor






13/6/1925, Caminho de Regresso, Montanha, South Korea

POV KIBUM

Devido à noite atribulada de ontem, ninguém queria levantar os cus da cama. Já tinha nascido o sol à algum tempo mas decido deixá-los dormir um pouquinho mais, pois ao acordar com a claridade a entrar pelas roturas da tenda, não tive a mais agradável das visões.
A Leonor, toda encolhida e pálida, com o nariz vermelho, enroscada no JinKi, este, abraçava-a, com uma perna por cima da rapariga, com umas olheiras que pareciam chegar ao chão. E o Jonghyun, bem, não sei o que andou ele a fazer, mas a avaliar pela confusão residente do seu canto da tenda, penso que tentou matar melgas às escuras a noite toda, estava transpirado, todo mal deitado com a manta enrodilhada debaixo dele.
Para não desesperar já ao começo do dia, decido ir fazer algo para comermos.
A manhã, apesar de fria, estava luminosa, com raios de sol esperançosos, que se misturavam com o cheiro a campo magnífico daquele recanto da Montanha.
Era florido, margaridas e papoilas habitavam aqui e acolá, tudo parecia perfeito como um conto de fadas, no entanto, o príncipe Kibum ainda chorava sozinho a partida da sua princesa.
Fazendo uma pausa necessária na culinária, sigo pelo caminho verde até me apetecer subir para uma árvore grande e confortável.
Fico a balançar a perna, sentado num tronco da árvore, apoiando o meu pé direito nele, deixando a minha cabeça descansar no tronco principal e autorizando o meu rosto a sentir os raios suavemente quentes do sol que se misturavam com o orvalho refrescante da manhã, saboreando-os de olhos fechados, por momentos. Até que sinto a presença de uma nova luz celestial a chamar-me.
Abrindo os olhos, vejo-a, a princesa do meu conto de fadas, a flutuar em minha frente, como uma borboleta, e a sorrir.
-“Luna!”
-“Estou tão orgulhosa de ti, meu poderoso elementar.”
Levanto-me, tentando equilibrar-me no tronco até a alcançar, mas, assim que tentei agarrá-la, não senti a sua pele, como se fosse um fantasma.
-“Porque não posso tocar-te? Eu quero tocar-te!”- Digo numa suplica pura.
-“Shh, Kibum senta-te antes que caias, sentar-me-ei do teu lado.”
Faço o que ela diz, sem tirar os olhos dela, com medo que desaparecesse.
-“Já vais a meio da tua busca, não podia estar mais orgulhosa. Eu disse-te que conseguias! Eu sempre soube que eras poderoso!”
-“Mas é tão difícil sem ti…É tão difícil!”
-“Eu amo-te!”- Pronuncia ela, colocando a sua mão no meu ombro, fazendo cada célula do meu corpo tremer. Fecho os olhos sentindo a sua presença e deixo o meu coração responder-lhe: -“Também te amo!”
Quando abro os olhos para tentar beijá-la, ela já não estava lá.
Fisicamente não consegui fazer mais nada a não ser chorar, mentalmente só conseguia dizer sucessivas vezes “Não”.
Tinha duas hipóteses, ficava ali a chorar, à espera que o JinKi subisse à árvore, me abraçasse, e me trouxesse para baixo, tenho a certeza que ele o faria, ou então parava de chorar e continuava a cozinhar o pequeno-almoço sem os preocupar.
A mais fácil? A primeira opção! A mais sensata? Definitivamente a segunda!
Desço da árvore, dou dois gritos abafados e respiro fundo, limpando as lágrimas e voltando para o meu posto de culinária, onde o ambiente continuava puro, próprio e indiferente.


13/6/1925, Colégio de Seoul, South Korea

POV MINHO


No fim da aula, o Taemin foi o primeiro a sair, podia apostar que só o iria ver nas aulas pois ele evitar-me-ia em todos os intervalos.
Espero que todos saiam da sala e só depois me encaminho para a porta, com o intuito de não me cruzar com ninguém, muito menos com um amigo de Min ou com a própria, estranhei, porém, não ver ninguém pelo corredor.
Ao chegar perto da porta que tinha a escadaria para o pátio, a porta que sempre passava, todos os intervalos, reparo que um grande conjunto de pessoas a bloqueavam, faziam uma grande algazarra, calando-se quando me vêem a aproximar.
-“Com licença, deixem passar!”- Digo enquanto tento passar por eles.
O Lee Joon sai então do meio do embaralhando de pessoas e, com um toque bruto no meu peito, empurra-me, encostando-me aos cacifos.
-“Choi Minho, nos queremos que desapareças!”
-“Larga-me Joon!”- Ordeno, percebendo de imediato o que se passava. O Joon já gosta de Min à anos, provavelmente soube do que eu lhe fiz e graças à sua popularidade, pôs toda a gente contra mim.
-“NÃO OUVISTE JOON? LARGA-ME!”
A sensação de estar a ser preso, as vozes gozonas das pessoas, muitas delas que nem conhecia, estavam-me a sufocar e começava a perder o controlo. Joon ao ver que eu tinha muita força em soltar-me, chama mais dois rapazes que me agarram em cada um dos braços.
-“Porquê Minho? Que vais fazer? Queimar-me outra vez?”
Ao ouvir tais palavras, sinto o meu corpo a entrar em erupção, o meu coração a bater muito forte, a minha pele a aquecer estrondosamente.
Custava-me respirar, implorava para que me soltassem, olho para o grupo de pessoas e vejo Taemin lá atrás, a olhar-me com um olhar triste, a agarrar a sacola com as duas mãos.
-“Por favor, soltem-me, por favor…”
-“Lee Joon, chega!”
Reconheço aquela voz, era Min que saia agora da protecção daquele grupo e aparecia diante de mim.
-“Soltem-no, ele já percebeu que o odiamos!”
-“Diz isso outra vez Min, minha linda.” – Pede Joon com um sorriso nos lábios.
No fim de uma pequena pausa, ela acaba por me olhar nos olhos e prenunciar com lágrimas:
-“Eu odeio-te Choi Minho!”
Pareceram palavras mágicas para Joon e seus amigos, soltam-me e assim que me vejo livre, corro dali para fora, perfurando as pessoas e seguindo pelo pátio.


13/6/1925, Caminho de Regresso, Montanha, South Korea

POV JONGHYUN

Assim que acordei, deixei-me ficar, ajeitando as mantas e olhando para JinKi e Leonor que estavam basicamente em cima um do outro.
Não conseguia desviar o olhar deles, como se no meu cérebro se estivesse a processar uma informação difícil de ingerir: “Eles estão juntos”.
Assim que vejo a Leonor acordar, mantenho-me muito sossegado para que não dessem conta que estava acordado.
Mal um gesto de Leonor, JinKi acorda, aconchegando-a nos seus braços:
-“Hum Leonor…”
-“Bom dia príncipe.”
Vejo a mão dele a esgueirar-se para o rosto da minha irmã e a acariciá-lo levemente.
-“Estás tão fria, como te sentes?”
-“Dói-me um pouco o corpo…”
Agarrando-lhe a carinha, agora com as duas mãos, olha nos olhos dela com um ar preocupado:
-“Por favor, deixa-me levar-te hoje…”
-“JinKi sabes que eu não…”
Ele cala-a com um dedinho sobre os lábios dela e ficam assim, a olhar um para o outro por momentos, até que Leonor de um impulso o beija.
Sinto o meu peito a contrair-se por dentro e, um pouco em choque, saiu devagarinho da tenda, deixando que eles continuassem o beijo.
Caminho mecanicamente até Kibum que cantarolava a fazer o pequeno-almoço.
-“Jonghyun! Finalmente alguém acordou! Bom dia!”- Diz ele, a sorrir fixando-me.
Sorrio também, tentando disfarçar a minha inquietação.
-“Bom dia Kibum! Já estás acordado à muito tempo?”
-“À algum, estás com fominha? Eu estou capaz de comer um urso!”
-“Sim também tenho alguma fome!”
-“O que te apetece comer? Hum?”
Sem me conseguir conter mais, desmorono-me e começo a chorar que nem uma menina, o que me estava a enervar profundamente. Fraqueza irritante!
-“OMG, Jonghyun! O que foi?” – Diz ele largando a faca, limpando as mãos e correndo para mim, agarrando-me os ombros de forma a tentar encarar-me, mas eu estava a soluçar estupidamente e não o conseguia encarar.
-“Jonghyun foi algo que eu disse ou que eu fiz?”
Digo que não com a cabeça, abraçando-me a ele, parecia um bebé.
Sinto a mão dele a mimar-me os cabelos com carinho:
-“Conta-me, o que aconteceu Jongie? Deita cá para fora!”
-“N-n-não me faças dizer, adivinha, por favor!”
-“Foi o Jinki?”
-“Daeh…”
-“Ele foi rude contigo?”
-“Anyo.”
-“Ele ignorou-te?”
-“Anyo.”
-“Ele…ele está mal??”
-“ANYO!”
-“Ele mimou a Leonor?”
-“Daeh…”
-“Só miminhos?”
-“…anyo…”
-“Eles beijaram-se?”
-“Daeh!”
-“Gostas dele?”
Aceno afirmativamente com a cabeça, escondendo a minha cara com as mãos.
-“Vês Jonghyun? Eu disse que não iria demorar muito até tu perceberes o que se passava no teu coração!”
-“M-m-mas tinha q-que ser assim? Eu não quero que eles se beijem! Não quero!”
-“Shh, vá tem calma, tudo vai passar! Não fiques já neste estado, não sabes o que pode acontecer, nem sabes se foi intencional para os dois lados. Não desesperes já!
-“Foi intencional para a Leonor, foi ela que o beijou.”
-“O JinKi pode não sentir paixão por ela, por isso, tem calma!”
-“Não importa, a Leonor gosta dele, isso para mim chega Kibum! Eu não vou magoar a minha irmã, antes magoar-me a mim, vou apoiá-la com isto, nem que para isso tenha que separar-me do JinKi de uma vez!”
-“Não consegues, isso não te fará bem!”
-“Não me importa!”
-“Bem, és mesmo uma cabeça de pedra! Pára de chorar então e vem ajudar-me com o pequeno-almoço, anda!”
-“Como és capaz de me por a trabalhar? Sou um rapaz com o coração partido!”
-“Demasiada manha é o que é! Vá lá, não gosto de mariquinhas!”- Diz ele, largando-me e voltando para a culinária, tirando-me a língua de fora, o que me faz sorrir e acalmar, de certa forma.
Decido ir ajudá-lo no fim de me recompor, com o pensamento inquebrável que me tinha que separar da águia linda.


13/6/1925, Colégio de Seoul, South Korea

POV TAEMIN

Não consigo mais agir passivamente, quando o vejo a correr. Preocupado, vou atrás dele e vejo-o a entrar para os balneários.
Antes de entrar ainda hesito com a sensação que o devia deixar sozinho.
Entro num edifício comprido, com várias portas. Quando ia a começar a abrir a primeira, oiço o som de um chuveiro cortar o silêncio daquele local.
Sigo e reparo na porta entreaberta. Espreito e lá estava ele! Minho estava encolhido no chão, encostado à parede, com o chuveiro aberto sobre ele.
Aquela imagem incomoda-me mais do que era o normal, pois ele chorava e isso revoltava-me, a imagem forte que tinha dele convencera-me que aquele ser jamais choraria.
Caminho até ele devagarinho, mas, não sei como, ele deu logo pela minha presença, olhando-me com o rosto de quem está a sofrer, a sentir uma dor aguda e a tentar controlar-se.
-“SAI DAQUI TAEMIN!”
Ignoro, vou caminhando mais até ele, agachando-me a poucos centímetros.
Ele de um impulso, afasta-se, mandando-se para o mais distante que o local permitia.
-“Taemin, sai por favor!”
Não conseguia fazê-lo, eu tinha que o acalmar.
Ele tremia, muito vermelho e nervoso. Assim que lhe toco no braço, ele solta um grito afastando-me com um movimento de braço.
Deixo-me cair vendo uma luz intensa cor de laranja e amarela. Só segundos mais tarde sinto uma dor aguda na barriga, fazendo-me encolher.


POV MINHO

-“Não, NÃO, Taemin!”
Não conseguia pensar no que acabara de fazer, mas naquele momento só me apetecia matar-me.
A tremer agarro nele, a chorar, sem conseguir falar.
Assim que o consigo endireitar no chão frio, vejo a queimadura na sua barriga, a mancha de dor na pele branca e suave.
-“Taemin…Não…eu…” – Decido nem tentar falar, levanto-me e vou buscar água como podia, deitando depois sobre a sua barriga, fazendo-o gemer de dor.
-“Perdoa-me…Já vai passar, já vai passar…” -Digo numa súplica desesperada deitando mais água, gelada em comparação com a minha temperatura exagerada.
Sucessivamente os gemidos de dor dele vão acalmando, acabando por fechar os olhos e, com a respiração mais controlada, permanece deitado no chão.
Devagarinho, tiro-lhe os óculos da carinha e, aproximando-me mais do que era sensato do seu rosto, sinto o seu agradável e ligeiro cheio.
Completamente possuído por todo ele, deixo os meus lábios unirem-se naqueles demasiado perfeitos.
Ainda que com o pensamento que não o podia fazer, luto contra os meus sentidos e desejos e tento afastar-me, porém, não consigo, e a união dos lábios, passa a um beijo fogoso de cortar a respiração.
-“Minho…” – Oiço numa pausa, com uma voz débil, o que me fez parar e olhá-lo com receio. Já estava por cima dele, apoiado nos meus braços que estavam de cada lado do seu corpo.
Os olhos dele penetravam-me e não sei se o desejo me cegava se realmente era paixão que via naquele olhar luminoso.
-“Taemin…queres que pare?”- Digo com a respiração impossível de controlar.
Ele, sem hesitar, põe uma mão no meu pescoço, voltando-me a puxar para os seus lábios.
Sinto um ardor intenso no peito, misturado com a vontade de sentir a frescura da sua pele.
Colocando as mãos na cintura dele, vou subindo-as, delineando o seu corpo e levando junto delas a sua camisola, até que a tiro. Fico a apreciar o seu corpo perfeito e mais desejoso e excitado fico. Não suportando o calor que sentia, tiro a minha camisola com rapidez.
Junto o meu peito ao dele, beijando o seu pescoço e saboreando o gemido secreto que lhe saia dos lábios.
Sinto cada bocado do meu corpo arrepiar ao tocar na pele pura dele, tão refrescante como loucamente excitante. Agarrando os lábios dele com os meus, vou prolongando o beijo enquanto lhe tirava as calças, tirando depois as minhas. Percorro todo o peito de Taemin com beijos, descendo, saboreando aquele momento. Até que paro assim que chego à queimadura. Observando-a, caiu em mim e lembro-me do monstro que sou. Contrario todo o meu profundo desejo e afasto-me devagar, fazendo-o abrir os olhos:
-“Minho…”- Diz baixinho, numa doce súplica, como se me chamasse de volta para os seus braços.
-“Não posso…”- Digo fechando os olhos, tentando controlar o batimento descontrolado do meu coração.
Vejo-o a levantar-se e a caminhar para mim, encostando-me à parede e voltando a pôr-nos debaixo do chuveiro ainda ligado.
Molhado, parecia que brilhava, ficava ainda mais perfeito e completo, tento não o beijar, pois o correcto era deixá-lo, eu não me perdoaria nunca por o ter magoado, ainda que nem saiba como, magoei. Mas, aqueles lábios, molhados por gotículas de água fria, chamavam-me com uma força tão atractiva que eu julgava não existir até então.
Abraço-me a ele num gesto desesperado, numa beijo que depois segue para o pescoço dele com rapidez.
Tiro a nossa roupa interior que restava, e, apesar de estar louco para me unir com ele, queria ser calmo, até porque todo o seu corpo hipnotizava-me e deixava-me sem jeito.
Com a respiração acelerada, passo a minha mão pela pele molhada do seu corpo, apreciando-o:
-“Eu quero-te tanto…”- Digo agarrando-o na cintura, virando as suas costas contra o meu peito e devorando o seu apetecível pescoço, mimando-lhe o peito e a barriga com as minhas mãos.
Os gemidos dele descontrolavam-me, aquela pele agarrava-me, aquele ser enlouquecia-me como nunca tinha enlouquecido antes, uma demência cega de perfeição, um sentimento agradável e intraduzível em palavras, apenas em gestos, beijos e carícias.
Gemendo ao seu ouvido a palavra “amo-te”, unimo-nos num só.
Sucessivamente o grito de dor dele passa a prazer e eu, sinto-me completo. A dança dos nossos corpos era sincronizada com o barulho da água, com o batimento do meu coração louco pelo coração louco dele.
No fim do inicio de tudo o resto, simplesmente o conseguia abraçar, beijando o seu ombro bonito e ouvindo o seu respirar a acalmar gradualmente.
Nunca acreditei em nada de sobrenatural ou sagrado, mas naquele momento pedi que ele não fosse embora, que aquilo não acabasse! Não sei a quem pedia, mas suplicava com fé.

…continua…




Voltar ao Topo Ir em baixo
atiR
Beautiful Stranger
Beautiful Stranger
avatar

Feminino Mensagens : 1493
Reputação : 0
Data de inscrição : 19/09/2011
Idade : 22
Localização : Coreia do Sul (I wish *-*)

MensagemAssunto: Re: A Chave do Quinto Elemento ~FANFIC COMPLETA~   Qui 8 Dez - 22:10:49

omo i love it unnie and you know that <3
Estivemos a ler a fic juntas na hora de almoço e deu bem para veres as minhas reações *-*
Aii aquela parte hot :45:
AMEI completamente unnie! Monkey 16
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://twitter.com/#!/atiR_94
mwezi
Stalker
Stalker
avatar

Feminino Mensagens : 865
Reputação : 0
Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 23
Localização : Seoul, South Korea

MensagemAssunto: Re: A Chave do Quinto Elemento ~FANFIC COMPLETA~   Qui 8 Dez - 22:26:11

Sim sim eu sei amor, e ainda bem que gostas-te ahaha *-*
Komawoyo unnie
Monkey 16
Voltar ao Topo Ir em baixo
atiR
Beautiful Stranger
Beautiful Stranger
avatar

Feminino Mensagens : 1493
Reputação : 0
Data de inscrição : 19/09/2011
Idade : 22
Localização : Coreia do Sul (I wish *-*)

MensagemAssunto: Re: A Chave do Quinto Elemento ~FANFIC COMPLETA~   Qui 8 Dez - 22:30:14

eu amei mesmo unnie Monkey 16
De nada <3
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://twitter.com/#!/atiR_94
mwezi
Stalker
Stalker
avatar

Feminino Mensagens : 865
Reputação : 0
Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 23
Localização : Seoul, South Korea

MensagemAssunto: Re: A Chave do Quinto Elemento ~FANFIC COMPLETA~   Qui 8 Dez - 22:34:55

Vai falar mas é com a tua ummah, amanha tens que vir cá dormir :(
Voltar ao Topo Ir em baixo
atiR
Beautiful Stranger
Beautiful Stranger
avatar

Feminino Mensagens : 1493
Reputação : 0
Data de inscrição : 19/09/2011
Idade : 22
Localização : Coreia do Sul (I wish *-*)

MensagemAssunto: Re: A Chave do Quinto Elemento ~FANFIC COMPLETA~   Qui 8 Dez - 22:37:19

eu falo com ela amanhã de manhã porque ela não está lá muito bem disposta --'
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://twitter.com/#!/atiR_94
AndieLiu
Dance Machine
Dance Machine
avatar

Feminino Mensagens : 5853
Reputação : 4
Data de inscrição : 31/05/2011
Idade : 23
Localização : Wanted Dead or Alive

MensagemAssunto: Re: A Chave do Quinto Elemento ~FANFIC COMPLETA~   Qui 8 Dez - 22:39:53

Oh amor, o título e essa imagem deixa muito a desejar, pelo menos para mim *-*
Olha mim estar a ouvir If you Come Into My Heart, dos MBLAQ, feat C-Luv, é meio para o tristinha e calma... adoro-a prontos... acho que vai ser uma boa escolha audivel! =PP No fim digo o que achei da música com o capítulo!

~A ler~


Spoiler:
 
Opah, opah xD ainda agora comecei e já dei mega gargalhada!


Spoiler:
 

Eles precisam de camas a sério pah x'D


Spoiler:
 
Embora tristinha, achei-a muito bonita, a sério que achei!


Spoiler:
 

Que momento, aishhhh foi tão adorável e amoroso... mas tristinho...
Oh men, pausa para jantar! *fui... back*


Spoiler:
 

Muito sinceramente, e sendo tua amiguinha... eu preferia a primeira opcção... mas acho que faria a mesma escolha que tu Kibummie!


Spoiler:
 

LEE JOON!!! Ai meu Deus, já estou a morrer... amor tu pões gajos PERFEITOS NESTA FIC!... Já te contei que ando focadinha no Joon e no Thunder... quer dizer eu venero e amo o Mir, mas acho que o Joon e o Thunder estão a entrar cá dentro também!


Spoiler:
 

Hmm... o Joon gosta da Mir O.O deixa gostar, assim ela não fica mal... espero que ela se apaixone por ele eheh... mas... bem Joonie tinhas que por todos contra o Minho?!


Spoiler:
 

Aiiiiii que horror, odeio isso, pessoas más más... o Minho precisa de controlo e calma e ainda por cima ele vê o Tae... aish imagino a dor do pequeno, ver a pessoa que ama ser maltratada em frente de tantos... aish que situação, mas está tão perfeita, que intensidade, tu fazes tudo de um modo tão bom meu amor!


Spoiler:
 

O... O... O... OMO!!! Ela teve coragem meu Deus!


Spoiler:
 

Ahhhh eu estou a ver a cena à minha frente!


Spoiler:
 

Aiii adoro adoro adoro, está bué fofinho e engraçado, mas o assunto é tão sério, tem a sua prórpia magia, gosto tanto, está tão lindo, adoro esta cena, a sério que adoro!


Spoiler:
 

Isso é tão querido de se dizer, so sweet! Eu amo o Jonghyun aqui pah!


Spoiler:
 

Ahahhahahahahahahahhah OMO OMO... amei ahahahahha foi tão cómico pah!


Spoiler:
 

Eu não consegui parar de ler... OPAH OPAH MINHO TU QUEIMASTE O TAEMIN???


Spoiler:
 

Omo queimaste-o agora resolve... e de uma maneira mega da preocupada, ai como eu o amo


Spoiler:
 

OMGGGGGGGGGG... LINDOOOOOOOOO.... MARAVILHOSA, AIII MEU DEUS QUE ESTOU A FICAR DESCONTROLADA DE EMOÇÃO!!!


Spoiler:
 

OMFG O MEU CORAÇÃO JÁ ESTÁ A BATER A MIL À HORA PAH!
*inspira expira... inspira expira... inspira expira*


Spoiler:
 

NÃOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO, MINHO TU NÃO PARES, ÉS LOUCO, VOLTA PARA LÁ, VOLTA VOLTA, MINHO EU MATO-TE!
Okay, sorry, mas já estou com uma overdodes emocional em cima e PAHHH MINHOOOO :38:


Spoiler:
 

AAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH OMOOOOO, QUE EMOÇÃO TÃO AAIIIIIIIIIIIIII...
Eu estou teoricamente com o coração a saltar-me do peito, a tremer de frio, com dores no maxilar e nas bochechas por estar a cerrar os dentes, mas com um sorriso gigantesco nos lábios, pah não me consigo controlar, estes os dois, oah o que é que eles têm... não o que é que tu fazes para eles serem tão mega perfeitos juntos???


Spoiler:
 

*morta emocionalmente* COMO EU AMEI PAH... TU DEIXAS-ME LOUCA EMOCIONALMENTE, já vistes o que me fazes sentir... tornas-te o meu dia perfeito!!!

~Termina de ler~


Amor, este capítulo é um dos melhores, a sério que é... APESAR DE EU ACHAR QUE SÃO TODOS PERFECTS NO SEU MODO DE SER... mas este, este matou-me por completo, eu estou tão emocionada que se ver alguém neste momento essa pessoa está feita comigo... eu amei tanto... opah é que até a parte em que a Leonor beija o Jinki está perfect, e a parte em que o Key fala novamente com a Luna, está tão espiritual... e como não me quero esquecer de nada, deixa-me pensar... ahhh, e a parte em que "gozam" com o Minho, tá tão essencial para aqui, tão forte, tão profunda, para 2Min, e ... e o momento 2Min... eu não podia pedir melhor, mais emocional, mais profundo, mais sentido, mais... perfeito que isto, a sério que eu fiquei com uma overdose de tal tamanho! Eu juro que não percebo, tu és tão perfeita a escrever fazes-me ter tantos sentimentos e tantas emoções enquanto leio, tu realmente escreves bem, a sério que escreves... eu acho-te melhor que eu, ESTOU A FALAR A SÉRIO!!! Tu escreves com profundos sentimentos e eu gosto muito disso *-*

Tu sabes que eu agora quero mais, não sabes ? *beicinho* Do more please *puppy eyes*

Eu amo-te (L) Monkey 32
Voltar ao Topo Ir em baixo
mwezi
Stalker
Stalker
avatar

Feminino Mensagens : 865
Reputação : 0
Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 23
Localização : Seoul, South Korea

MensagemAssunto: Re: A Chave do Quinto Elemento ~FANFIC COMPLETA~   Qui 8 Dez - 23:15:24

unnie rita: sim, tens que falar, mim querer tu aqui snifsnif

ummah haneul: aiii as tuas reacções ahaha, ainda bem que tu gostaste tanto, e os elugios que me fizes-te, oh ummah ate me emocionas-te komawoyo <3
Voltar ao Topo Ir em baixo
atiR
Beautiful Stranger
Beautiful Stranger
avatar

Feminino Mensagens : 1493
Reputação : 0
Data de inscrição : 19/09/2011
Idade : 22
Localização : Coreia do Sul (I wish *-*)

MensagemAssunto: Re: A Chave do Quinto Elemento ~FANFIC COMPLETA~   Qui 8 Dez - 23:53:01

pois, mas vai ser um bocado complicado..... ):
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://twitter.com/#!/atiR_94
mwezi
Stalker
Stalker
avatar

Feminino Mensagens : 865
Reputação : 0
Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 23
Localização : Seoul, South Korea

MensagemAssunto: Re: A Chave do Quinto Elemento ~FANFIC COMPLETA~   Sex 9 Dez - 0:10:35

Achas? Mesmo amanha? ASSHHH :'c
Voltar ao Topo Ir em baixo
atiR
Beautiful Stranger
Beautiful Stranger
avatar

Feminino Mensagens : 1493
Reputação : 0
Data de inscrição : 19/09/2011
Idade : 22
Localização : Coreia do Sul (I wish *-*)

MensagemAssunto: Re: A Chave do Quinto Elemento ~FANFIC COMPLETA~   Sex 9 Dez - 0:12:20

sim.... :(
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://twitter.com/#!/atiR_94
mwezi
Stalker
Stalker
avatar

Feminino Mensagens : 865
Reputação : 0
Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 23
Localização : Seoul, South Korea

MensagemAssunto: Re: A Chave do Quinto Elemento ~FANFIC COMPLETA~   Sex 9 Dez - 0:13:06

Eu falo com a tua ummah unnie, :)
Voltar ao Topo Ir em baixo
atiR
Beautiful Stranger
Beautiful Stranger
avatar

Feminino Mensagens : 1493
Reputação : 0
Data de inscrição : 19/09/2011
Idade : 22
Localização : Coreia do Sul (I wish *-*)

MensagemAssunto: Re: A Chave do Quinto Elemento ~FANFIC COMPLETA~   Sex 9 Dez - 0:21:09

como queiras! :P
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://twitter.com/#!/atiR_94
AndieLiu
Dance Machine
Dance Machine
avatar

Feminino Mensagens : 5853
Reputação : 4
Data de inscrição : 31/05/2011
Idade : 23
Localização : Wanted Dead or Alive

MensagemAssunto: Re: A Chave do Quinto Elemento ~FANFIC COMPLETA~   Sex 9 Dez - 18:19:37

Omo, a sério que te emocionei... shit... da próximo tento não sob-reagir!
Voltar ao Topo Ir em baixo
mwezi
Stalker
Stalker
avatar

Feminino Mensagens : 865
Reputação : 0
Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 23
Localização : Seoul, South Korea

MensagemAssunto: Re: A Chave do Quinto Elemento ~FANFIC COMPLETA~   Sex 9 Dez - 19:10:05

Oh amor mas eu gosto desta tua maneira de emocionar!
Voltar ao Topo Ir em baixo
AndieLiu
Dance Machine
Dance Machine
avatar

Feminino Mensagens : 5853
Reputação : 4
Data de inscrição : 31/05/2011
Idade : 23
Localização : Wanted Dead or Alive

MensagemAssunto: Re: A Chave do Quinto Elemento ~FANFIC COMPLETA~   Sab 10 Dez - 15:49:44

Eu sei eu sei, estou a brincar =PP eheh
Voltar ao Topo Ir em baixo
mwezi
Stalker
Stalker
avatar

Feminino Mensagens : 865
Reputação : 0
Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 23
Localização : Seoul, South Korea

MensagemAssunto: Re: A Chave do Quinto Elemento ~FANFIC COMPLETA~   Dom 11 Dez - 16:10:56

Então continua a me emocionar assim sempre, tá?
Voltar ao Topo Ir em baixo
AndieLiu
Dance Machine
Dance Machine
avatar

Feminino Mensagens : 5853
Reputação : 4
Data de inscrição : 31/05/2011
Idade : 23
Localização : Wanted Dead or Alive

MensagemAssunto: Re: A Chave do Quinto Elemento ~FANFIC COMPLETA~   Dom 11 Dez - 16:27:26

Daehhh~ <3
Voltar ao Topo Ir em baixo
mwezi
Stalker
Stalker
avatar

Feminino Mensagens : 865
Reputação : 0
Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 23
Localização : Seoul, South Korea

MensagemAssunto: Re: A Chave do Quinto Elemento ~FANFIC COMPLETA~   Seg 19 Dez - 10:47:20

XXI Capitulo – Cura




13/6/1925, Caminho de Regresso, Montanha, South Korea


POV JINKI

Foi uma sensação completamente nova. Aquele nervosismo, aquele sentimento que nos arrepia de quando somos beijados. Já tinha ouvido falar nele, mas nunca o tinha experimentado.
Quando a Leonor juntou os lábios aos meus, eu essencialmente fiquei surpreso, sem capacidade de reacção por certos momentos. Quando voltei á consciência, afastei-a com calma, confuso com o que tinha acontecido.
Adorava Leonor, era um facto, mas ao ponto de querer beijá-la e amá-la de uma maneira íntima, isso eu não sentia por ela.
Se já pensei em beijar alguém? Que me lembre só gostei de uma rapariga no orfanato, chamava-se Haneul, ela era alguém deveras especial, mas os nossos destinos não eram cruzados, infelizmente! Pensei eu naquela altura, agora, desde que conheci o Jonghyun, achei que o destino me poderia reservar algo tão bom como a Haneul. Se há alguém que quero beijar, é o Jonghyun e apercebi-me disso assim que, no fim do beijo, não o vi lá. Foi como se levasse um empurrão forte, como se os lábios dele agora se afastassem milhas dos meus, como se uma nova barreira se criasse ao meu sonho impossível de o ter.
Desde que o conheci que aquele rapaz origina em mim sentimentos tão novos, tão fervilhantes e diferentes, penso que já não sou capaz de imaginar os meus dias sem pensar nele, sem brincar com ele, sem implicar com ele, sem tocar nele. Estou dependente daquele sorriso que agora, sinto que estará mais distante do que já estava.
Talvez o melhor fosse mesmo ficar com a Leonor, ela parece gostar de mim verdadeiramente, o Jonghyun está longe de ser para o meu bico, aliás, nunca na minha vida pensei que me sentisse assim por um rapaz, eu realmente só posso andar a enlouquecer, é isso.
Mas não, eu não conseguia mostrar falsidade à Leonor, o sentimento que tenho agoniante para a proteger, o carinho que sinto por ela, não me permitem que o faça. Nem que fosse um namorado perfeito! O meu sentimento não seria entregue devidamente, e isso, a Leonor não merece.
-“Jinki, desculpa-me! Eu não sei o que me deu, eu não devia…”
-“Calma querida, está tudo bem! Eu não estava á espera disto, sabes que te adoro mas, é como uma amiga, ou como uma irmã mais nova que tenho a necessidade de proteger de tudo.”
-“Eu gosto de ti Jinki, percebes?”
-“Hum hum...Desculpa…”
-“Não, nada disso! Não peças desculpa! Nós não mandamos no coração, eu prometo que isto não voltará a acontecer!”
-“Queres que me afaste Leonor?”
-“Não…Eu não quero…”
-“Óptimo, porque eu também não quero!” – Digo eu. Abraçando-a com força. Sentia alívio por um lado, mas completamente sem saber o que fazer de aí em diante, não a queria magoar, mas afastar-me? Isso eu não consigo, é tarde demais para isso.
-“Vamos sair princesa? Penso que já deve ser tarde, e eu já estou com fome, não tens fome?”
-“Alguma sim…”
-“Então vamos…Mas antes, deixa-me ver o teu sorriso!”
Leonor sorri ligeiramente, mas não era o sorriso de costume, era frio e distante, o que me arrepia.
-“Isso é um sorriso? Não me parece!” – Digo com ar animado, fazendo-lhe cócegas, fazendo-a fugir da tenda a rir às gargalhadas.
Eu ria também, ponho o braço por cima do ombro de Leonor e caminhamos até aos rapazes.
Kibum cozinhava alegremente e o Jonghyun, pelo que notava, ajudava-o contrariado, com um ar de aborrecimento e a fazer caretas para o Kibum.
-“Bom dia!” – Digo, chamando a atenção deles.
Kibum, assim que me vê, sorri para mim e diz “bom dia, meninos”, mas logo a seguir, põe um ar mandão cómico e ralha por nos termos levantado tão tarde.
O Jonghyun não responde ao nosso bom dia, concentra-se repentinamente na cozinha e nem nos dirige o olhar.
-“Jonghyun, bom dia!” – Digo eu, arriscando.
-“Bom dia Jinki!”
O Jonghyun não sorriu para mim, nem tão pouco me olhou nos olhos como costume, com aquele ar caloroso e amigável. Limitou-se a levantar o olhar para me dizer o cortante “bom dia Jinki” e depois, continuou a preparar o pequeno-almoço.
Não queria, nem percebia, este mau humor da parte de Jonghyun, por isso sigo arriscando:
-“Posso ajudar-te?”
-“Não vês que eu estou a ajudar o Kibum? Se queres ajudar, pergunta ao Kibum o que há para fazer, não é a mim!”
-“Explicas-me por raio me estás a falar nesse tom?”
-“Neste tom? OOHHH, desculpa sim!! Agora passarei a tratar-te formalmente!”
-“Jonghyun não sejas parvo! Sabes bem a que me refiro! Pareces chateado! Que mal é que eu te fiz?”
-“Eu disse que me fizeste algo de mal?”
-“Não, não disseste, por isso é que não percebo! O que se passa então?”
-“Não se passa nada Jinki, só não me chateies! Não posso acordar todos os dias bem-disposto!”
-“Pois…” – Digo saindo dali para fora, não aguentava estar naquele ambiente, não com o Jonghyun, não suporto.


13/6/1925, Colégio de Seoul, South Korea


POV MINHO

Saímos dos balneários lado a lado, atravessámos o pátio com calma, mas em silêncio, no entanto, não era um silêncio tão constrangedor assim, era, de certo modo, reconfortante.
Ambos tomávamos consciência do que tinha acontecido à minutos a trás. E podia apostar que, tal como eu, Taemin tinha imensas coisas a dizer-me, porém, optámos por este “passeio” silencioso, no fim de nos ajudarmos a vestir mutuamente, com um companheirismo natural que nunca antes tínhamos vivido um pelo outro.
Caminhávamos em direcção ao edifício principal, dentro de alguns minutos tínhamos aulas e os alunos já não estavam no exterior.
Ao ver a porta pela qual tinha saído a correr, uma agonia nasce dentro de mim, como se o Taemin fosse para longe, como se ao entrar ali, não passasse tudo de uma ilusão.
-“Taemin!”- Digo, agarrando no seu pulso para que não avançasse mais.
Taemin vira-se para mim, aproximando-se mais, fixando-me no fim de uma pequena pausa a olhar a relva por baixo de nós.
-“Taemin, eu…”- Perco-me nos seus olhos brilhantes, que me imploravam carinho. De repente, vejo uma lágrima a formar-se neles e quando ia a limpá-la com o meu dedo, Taemin vira a cara, afastando-se:
-“Se não quiseres dizer, não digas…”
-“Não digo? Taemin, o quê?”
-“QUE ME AMAS!”
Puxo-o para mim com a mão que ainda agarrava o seu pulso e beijo-o com paixão, agarrando depois o seu rosto com ambas as minhas mãos, obrigando-o a fixar o olhar no meu:
-“Taemin, eu amo-te!”
Ainda assim os olhos de Taemin continuavam chorosos e carentes.
-“Minho…Então diz-me que não foi só um sonho…”
-“Taemin, não foi só um sonho, não foi!”- Respondo firmemente, embora derretendo por dentro ao sentir as lágrimas dele caírem sobre as minhas mãos.
-“Promete que nunca mais dizes que é só um sonho…”
Com carinho, junto os meus lábios aos dele por momentos, abraçando-o de seguida, juntando a cabeça dele no meu peito:
-“Nunca foi só um sonho, nem nunca será só um sonho. És a minha razão de tudo Taemin! Pergunto-me, como? Como podes-te dominar-me desta maneira? Enlouquecer-me desta maneira sem conseguir pensar em mais nada?”
-“Minho….”- Diz, apertando-me mais no abraço.
-“Sou teu!”


13/6/1925, Caminho de Regresso, Montanha, South Korea


POV KIBUM

O Jinki não voltou enquanto tomávamos o pequeno-almoço. Voltou depois, sem receber perguntas no regresso, apenas acartando a ordem de continuar o caminho de regresso para a cidade.
Como prometera, transportou a Leonor nas suas cavalitas durante toda a caminhada. E eu, o que podia fazer senão tentar distrair o Jonghyun, para que não houvesse mais explosões da parte de nenhum dos dois?!
Tentei ajudá-lo a controlar a sua respiração e a tentar sentir a terra por debaixo dos seus pés. Tentei que ele a ouvisse, e só depois, incentivei-o a tentar levitar uma pedra do chão. Jonghyun não teve que se esforçar muito para conseguir. Quando ele se concentrava, eu conseguia ver, sentir, a força estrondosa daquele rapaz.
Faltava umas 5 horas para chegarmos à cidade, provavelmente já poderíamos descansar na casa da senhora Fuk kiu durante o resto da noite e madrugada que se seguia, sem ser necessário acamparmos mais uma vez, no entanto, isso dependia do nosso ânimo, pois já começava a escurecer.
-“Bem vamos parar por um pouco para comer alguma coisa, penso que não será necessário acamparmos mais, descansaremos em casa da senhora Fuk kiu e depois teremos um treino. Os três! Juntos! Por isso, é bom que acalmem os ânimos!”
Jinki pousa Leonor no chão e fixa-me um pouco, antes de pedir para se afastar do grupo por uns minutos.
O olhar dele obrigava-me a deixá-lo ir, apesar de o meu interior, retorcer-me todo para que não o deixasse fazer o que já sabia que ele ia fazer. Ele correu de novo para fora da minha área de visão, com uma velocidade totalmente fora do comum.
-“Jonghyun…”
-“Sim Kibum? Diz!” – Pergunta ele, inseguro.
-“Achas que o vosso distanciamento é a melhor decisão? Achas que isto é uma situação aceitável para alguém Kim Jonghyun?”
-“Kibum, não vamos voltar a falar nisso, tu sabes os meus motivos, é o melhor…”
-“Sabes que ele foi voar?”
-“O quê?”
-“O Jinki, Jonghyun, ele foi agora voar!”
Num ápice, Jonghyun começa a correr por onde Jinki tinha desaparecido. Só espero que chegue a tempo.


POV JONGHYUN

Eu tenho que o impedir! Ele não pode…não sozinho. Ele pode se matar!
Tarde de mais, vejo Jinki nos ares, a voar como uma flecha.
-“Jinki…JINKIIII!!!”
É então que se despista e cai. Felizmente na altura, voava a poucos metros do solo.
Quando o vi a cair, todo o meu corpo gelou por momentos e depois, corro. Corro o mais rápido que as minhas pernas permitiam até ele. Chegando a ele, agacho-me, agarrando-o nos meus braços, com uma culpa enorme a recair sobre mim e a agravar-se quando vejo o sangue a escorrer pela sua testa.
-“Jo-jongh-hyun…”- Soltam os lábios dele, debilmente como a tonalidade pálida que todo ele tinha.
-“Shh, shhh babo, não fales…”- Digo, começando a chorar com a cara encostada no seu ombro.
-“Jonghyun porque vieste?”
-“Porque voaste Jinki? Fogo, pensei que tínhamos combinado que nunca mais voarias sem mim!”
-“Eu…eu precisava de voar e tu…não estavas comigo! Não querias falar comigo…pensava que éramos…amigos?!”
Eu fixo olhar dele com os meus olhos embaciados das lágrimas que teimavam a cair.
-“Não digas isso Jinki, eu estou contigo!”
-“Mas não estavas, porquê?”
-“Jinki, tu não percebes…”
-“Explica-me!”
-“Jinki…”
-“Explica-me se faz favor, o que te deu Jonghyun?”
-“Não sei!”
-“Para ti, falares comigo ou não falares, estares comigo ou não estares, voares comigo ou não voares, é a mesma merda? Eu para ti sou o quê? Um burro? Um…”
Calo-o com o beijo pendente, com o meu sentimento depositado totalmente naquele gesto.
O Kibum tinha razão, eu não irei suportar esta distância, é tarde de mais, já me agarrei a ele com unhas e dentes, sendo garras e presas fortes, incapazes de se desprenderem dele.
Fico ali minutos, com vontade de ficar horas, não só por ser ali o “lugar” onde mais anseio estar, mas também porque tinha medo de uma recusa iminente assim que os meus lábios deixassem os dele.


POV KIBUM

Abraçado a Leonor, protegíamo-nos do vento incomum que batia contra nós, um vento descontrolado e inconstante que me inquietava a alma de preocupação.
-“Jin…ki…”
-“Kibum, o Jinki está bem não é? Ele está bem?”
-“Sim Leonor, ele está bem! – Dizia com a convicção que gostaria de ter, mas que não tinha, de todo.


13-14/6/1925, Casa de família Lee, Seoul, South Korea

Taemin não parava quieto na sua cama. Normalmente tinha um sono muito tranquilo, parecia até um anjo por vezes, com os seus lábios perfeitamente delineados e a sua pele clara e pura como a imagem de um lago num jardim calmo e florido.
Os seus fios de cabelo entre o ruivo e o loiro, transpareciam a inocência daquele rapaz que, apesar de amado, nunca se sentiu como tal, ao ponto de não se amar a ele mesmo.
Mas agora tudo era diferente, aos poucos o muro que Taemin tinha criado em torno do seu coração, vai sendo destruído pela paixão de Choi Minho, alguém que pareceu viver em espera que o pequeno chegasse à sua vida e o fizesse viver verdadeiramente.
O mundo daqueles corações alterou-se por completo e agora, os dias não são apenas dias, os minutos não têm que ser contados agoniantemente para o momento do “nada acontecer”, um novo entusiasmo floria e, se lhes perguntassem se viveriam um sem o outro, já não seriam capazes de mentir.
No fim das aulas, Minho levara Taemin a casa, cumprimentando o pai dele que, felizmente, estava de saída naquele momento. Antes de dizer um “até amanha” torcido e custoso, beijou-o para tornar aquela despedida de horas menos dolorosa, preocupado, porém, com o bem-estar de Taemin que, apesar de mostrar um sorriso bonito no rosto, tinha uma feia queimadura no corpo que deixava Minho com um sentimento de culpa agoniante.
Taemin descansara Minho, dizendo que estava bem e que não lhe doía, no entanto, tal era mentira.
Antes de adormecer, o Japonês ficara a olhar pela janela, observando o grande céu negro, pensando inevitavelmente no que tinha acontecido naquele dia. Não só no momento intenso de entrega que tinham partilhado, mas também no acontecimento sobrenatural anterior.
Por muito que Taemin se ache a enlouquecer, ele não conseguia negar o que tinha visto e sentido, Minho tinha soltado chama dos seus braços, sem truque ou objecto inflamável, foi algo…sinistro, repentino como se fosse uma arma secreta natural dele.
Mas não…não podia ser! Pensava Taemin. Tal como todos os acontecimentos inexplicáveis que ele tinha originado, como o momento do folha da Amber ou do salvamento de Minho. No entanto, Taemin não queria acreditar que estes acontecimentos fossem algo especial ou mágico, na base do seu pensamento apenas estava escrito “Lee Taemin, tu estás a perder a sanidade mental!” e este facto, agitava o pequeno e naquela noite, ele não parecia um anjo. Dormia transpirado e vermelho, mexendo-se e dizendo “NÃO!” sucessivamente.

Minho estava no recinto da festa das chamas, estranhamente, estava sozinho. Controlava as chamas rindo de maneira sinistra e assustadora.
Assim que vê Taemin a aproximar-se, começa a caminhar até ele, com um ar malvado, ameaçando-o depois com espadas de fogo que metiam respeito.
-“Minho não…não…não me magoes, não…”



POV TAEMIN

Acordo sobressaltado, ainda entre o sonho e a realidade. Habituando os olhos ao escuro do quarto, procuro a minha almofada e agarro-a, querendo que fosse Minho e que estivesse a sorrir para mim.
-“Minho…o que é que eu faço. O que é que se passa comigo, connosco…Minho…”
Não consigo evitar começar a chorar, pelo medo e porque Minho não estava ali para me descansar.
Não sei porquê mas apeteceu-me levantar-me e pôr-me debaixo do chuveiro, era um desejo incontrolável de ouvir o som de água a correr e de senti-la pelo meu corpo abaixo.
A soluçar, a cambalear fraco daquela noite, tropeço nos meus pés até me agarrar à torneira, abrindo-a. Encosto-me à parede ficando assim até me acalmar e quando paro de soluçar, olho para o meu corpo vendo a marca da queimadura de Minho, parecia uma serpente, como se tivesse levado uma chicotada. Devagar, passo a minha mão pela marca, para me certificar que era real. Quando vou a passar, um brilho gelado, azul esbranquiçado começa a surgir no meu peito, percorrendo a marca com perfeição, fazendo-me sentir alívio e frescura. Quando o brilho se vai embora, a marca já não estava lá, como se tivesse sido apagada. A minha pele parecia intacta, apenas sentia um formigueiro na mão que tinha feito surgir a tal luz. Sem conseguir reagir ou segurar-me de pé, deixo-me cair pela parede, fixando a minha mão trémula.

…continua…
Voltar ao Topo Ir em baixo
cataemin & Miss Zelo
Dangerous Addicted
Dangerous Addicted
avatar

Feminino Mensagens : 9287
Reputação : 0
Data de inscrição : 08/08/2011
Idade : 21
Localização : lisboa- I live with SHINee forever eheh(i wish)

MensagemAssunto: Re: A Chave do Quinto Elemento ~FANFIC COMPLETA~   Seg 19 Dez - 13:16:46

Amei!deviam fazer um livro!
Voltar ao Topo Ir em baixo
AndieLiu
Dance Machine
Dance Machine
avatar

Feminino Mensagens : 5853
Reputação : 4
Data de inscrição : 31/05/2011
Idade : 23
Localização : Wanted Dead or Alive

MensagemAssunto: Re: A Chave do Quinto Elemento ~FANFIC COMPLETA~   Seg 19 Dez - 18:27:59

Aqui estou eu meu amor, prontinha a ler, e bem... no último capítulo ia morrendo emocionalmente, tu não me tentes matar again! Eheh, apesar de eu gostar deste tipo de mortes =PP

~A ler~

Spoiler:
 

KYAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA~ *pega rapidamente na manta e tapa-se*
OMFG GOD EU? AHHHHHHHHHHHHHHH
*põe mãozinhas na cara escondendo-se debaixo da manta*
Oh my oh my... eu fui a primeira paixão do Onew~ *olha ecrã com mantinha a meio da cara*
É MESMO O MEU NOME!!!! Kyaaaaaa~ :06:


Spoiler:
 
OH MY ELE REVELOU QUE QUER BEIJA-LO!!!! AHHHH OMO OMO~ Monkey 16

Spoiler:
 

Aiii até parece que nunca mais o poderás tocar Jinki!


Spoiler:
 

Porque será que estou a amar cada simples frase... cada sentimento aqui representado? Eu amo o modo como escreves e isso nunca vai mudar, NUNCA!


Spoiler:
 

Kim Jonghyun, eu juro que te bato pelos modos como falaste com o meu marido!


Spoiler:
 
O MEU 2MIN AI MEU DEUS QUE LINDO EU AMO-OS TANTO, AIIII TÁ LINDO LINDO LINDO *overdose emocional* Monkey 16


Spoiler:
 
Ai o modo como o Key disse isso ao Jonghyun eu imaginei tão bem... e reação do Jonghyun, aish pah!


Spoiler:
 

Acreditas ou não, mas eu estou a chorar de emoção pah, eu nao sei o que me dá, mas a esta hora as reacções têm uma certa... força em mim!


Spoiler:
 

AHHHH O MEU BABY... CURA... CURA... OMO O MEU BABY CUROU-SE!!!!

~Termina de ler~

Oh meu amor, tu faz-me mais depressa, oh god, tu és maravilhosa, e ainda me dizes que o capítulo não está nada de jeito, credo eu amei, amei o facto de mim ter sido a primeira paixão do Jinki >//< do facto de ONHYUN ESTAR JUNTO, EU AMEI A PARTE EM QUE O JINKI VOOU O JONGHYUN MEGA PREOCUPADA, FOI LINDOOOO... e como sempre, eu adoro todas as partes 2Min que fazes, tu és tão boa a escrever 2Min, és realmente PERFEITA a escrever 2Min! Eu nunca me hei-de cansar, mas tu és tão perfeita a escrever, eu amo-te tanto!

Monkey 32
Voltar ao Topo Ir em baixo
mwezi
Stalker
Stalker
avatar

Feminino Mensagens : 865
Reputação : 0
Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 23
Localização : Seoul, South Korea

MensagemAssunto: Re: A Chave do Quinto Elemento ~FANFIC COMPLETA~   Seg 19 Dez - 19:28:38

cataemin: OMO *_* mas que querida, ainda bem que tu gostas-te eu espero que continues a seguir e que um dia consiga realmente escrever algo que mereça um livro. Quem sabe não é? komawoyo <3

Ummahh: ohh mas que reacções tão mega cutes ummah, ainda bem que tu gostaste princesa. eu realmente não estava muito confiante para este capitulo, mas ainda bem que gostaste *-* Adoro como elugias o meu modo de escrita isso faz-me levantar assim um pouquinho o ego xD
Continua a seguir até ao fim ? sim ?
I love you ummah haneul (L)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: A Chave do Quinto Elemento ~FANFIC COMPLETA~   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A Chave do Quinto Elemento ~FANFIC COMPLETA~
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 17 de 20Ir à página : Anterior  1 ... 10 ... 16, 17, 18, 19, 20  Seguinte
 Tópicos similares
-
» A Chave do Quinto Elemento ~FANFIC COMPLETA~
» memória fotográfica ~FANFIC COMPLETA~
» that first look ~FANFIC COMPLETA~
» Elle Girl Entrevista com Tokio Hotel completa por Natsumi
» Fanfic:Rebelde

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
SHINee Portugal :: SHINee Club! :: FanFic's-
Ir para: